Mercado fechará em 2 h 59 min

Tudo o que os comerciantes precisam saber sobre o PIX

Lucas Vieira
·2 minuto de leitura

Novos tempos trouxeram a necessidade de transformar as mais diferentes áreas da nossa vida pessoal e profissional. E, finalmente, essa mudança, iniciada pela transformação digital e tecnologia ao alcance de todos, chegou em nossas transações financeiras com o PIX, que facilita e digitaliza alguns processos de pagamento e de transferência, que tinham uma forte demanda nos últimos anos.

Essa nova tecnologia otimiza a experiência do cliente com transações bancárias no meio digital e representa uma oportunidade importante para micro e pequenos empreendedores no sentido de ter mais autonomia de vendas, segura e controle de recebimentos e, ainda, melhor gestão de custos.

Uma das principais vantagens do PIX, em comparação com outros métodos utilizados atualmente, é que não há nenhum custo para a pessoa física, seja no pagamento, seja na transferência realizada. Contudo, para empresas, poderá ocorrer tarifação nos pagamentos ocorridos nessa modalidade, bem como no recebimento e realização de transferências. E quem definirá tais valores serão as instituições financeiras, sendo que isso poderá ser opcional. Ou seja: alguns bancos poderão escolher não cobrar esses valores. Especialistas acreditam que a tendência será pela redução de tarifas para as transações ou isenções com a adoção do PIX.

Também está no rol de vantagens ao empreendedor a agilidade para o recebimento de pagamentos e recebimentos, concretizados em tempo real, permitindo uma otimização do fluxo de caixa, que anteriormente dependia do processo de compensação. A praticidade no recebimento de pagamento de clientes colabora para menos perdas geradas por desistência, como acontece na opção dos boletos, minimizando o Churn Rate.

A disponibilidade do dinheiro é imediata no PIX e traz uma série de vantagens para os clientes, e como empreendedor será possível oferecer mais segurança na transação, já que as operações no PIX são criptografadas, dificultando muito as possibilidades de golpes financeiros. Também será possível oferecer preços mais competitivos; afinal, haverá redução de custos bancários e das taxas dos meios de pagamento, e esses valores poderão ser repassados ao valor final do produto ou do serviço, representando ganhos importantes em competitividade.

Enfim, o PIX passa a ser uma opção de gestão financeira para o micro e pequeno empreendedor com as vantagens interessantes de economia, facilidade, agilidade nos processos internos, praticidade, segurança, comodidade e simplicidade. É uma verdadeira revolução para os negócios, independentemente de sua natureza. Por isso, pode ser uma opção interessante para se tornar um diferencial competitivo neste momento — principalmente porque a tendência de os negócios se digitalizarem cada vez mais já nem é tanto uma tendência, mas realidade em muitos mercados.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: