Mercado fechado
  • BOVESPA

    114.064,36
    +1.782,08 (+1,59%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.464,27
    +125,93 (+0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,05
    -0,25 (-0,34%)
     
  • OURO

    1.751,50
    +1,70 (+0,10%)
     
  • BTC-USD

    44.384,46
    +649,22 (+1,48%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.110,12
    +1,20 (+0,11%)
     
  • S&P500

    4.448,98
    +53,34 (+1,21%)
     
  • DOW JONES

    34.764,82
    +506,50 (+1,48%)
     
  • FTSE

    7.078,35
    -5,02 (-0,07%)
     
  • HANG SENG

    24.550,31
    +39,33 (+0,16%)
     
  • NIKKEI

    30.200,89
    +561,49 (+1,89%)
     
  • NASDAQ

    15.302,00
    -1,50 (-0,01%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2241
    -0,0009 (-0,01%)
     

Tudo na vida começa e acaba em comida

·2 minuto de leitura

A energia gerada por alimentos é essencial desde os primeiros sinais vitais de tudo o que habita nosso planeta. Consegue imaginar a humanidade se renovando, movendo, evoluindo sem o impulso gerado pela energia dos alimentos? Desde os primeiros sinais de vida no processo de gestação, os alimentos consumidos pelos criadores, sejam animais ou vegetais, são fundamentais para a evolução e crescimento.

 

Somente de hominídeos, nosso planeta está próximo de abrigar 8 bilhões de seres, dependentes de alimentos nutritivos e em quantidade suficiente para manter padrões de saúde adequados para terem qualidade de vida. Podemos somar a essa conta outros bilhões (ou trilhões) de animais que igualmente têm que se alimentar, seja para subsistência selvagem ou como fonte de proteína para os seres humanos. Haja comida e estrutura para alimentar toda essa população.

 

O ecossistema de produção e distribuição de alimentos evolui demais ano a ano. Hoje temos muita tecnologia, desde as sementes até a última milha, com a entrega dos alimentos prontos para consumo. Empresas e empreendedores que se enquadram em AgTech, FarmTech e FoodTech concentram inovações fundamentais para apoiar a produção e distribuição de alimentos. E, felizmente, atraem investidores para apoiar a evolução das soluções e promover a rápida adoção de novas práticas.

 

Podemos adicionar ao conjunto as práticas de ESG, importante pitada de tempero que faz toda a diferença nas visões de longo prazo da cadeia de produção e consumo de alimentos. Afinal, temos que garantir o menor dano possível ao meio ambiente, atender anseios sociais e de ética para que o conjunto seja harmonioso e atenda as necessidades presentes e futuras da sociedade.

 

A proposta do canal FoodTech da Fast Company Brasil é contar boas histórias do ecossistema de produção, distribuição e consumo de alimentos no Brasil e no mundo. Ampliar o conhecimento sobre tudo de bom e inspirador que rola em termos de inovação e tendências (e são muitas).

 

Aqui, nos damos ao direito de ter o prazer de que tudo acabe em comida, podendo até ser em boa pizza, no sentido exato da expressão.

O post Tudo na vida começa e acaba em comida apareceu primeiro em Fast Company Brasil | O Futuro dos Negócios.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos