Mercado fechado

Tuíte de bolsonarista gera debate sobre desigualdade

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O recente tuíte do empresário bolsonarista Winston Ling que dizia que "nós precisamos de mais desigualdade, não menos", provocou reações.

Guilherme Cezar Coelho, criador do instituto Samambaia Filantropias, rebate. Ele diz que, se as desigualdades fossem a fonte de progresso desmedido, o Brasil seria um dos países mais desenvolvidos do mundo.

Para Cezar Coelho, "o efeito de cascateamento, o trickle down economics, defendido por Ling se provou, quarenta anos depois, uma tremenda cascata".

Ele defende que desigualdade não gera crescimento, só mais desigualdade, ressentimento, populismo e caos político.

O instituto apoiou os estudos do recém-lançado livro "Progressividade Tributária e Crescimento Econômico", organizado pelo economista Manoel Pires.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos