Mercado fechado
  • BOVESPA

    105.069,69
    +603,45 (+0,58%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.597,29
    -330,09 (-0,65%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,22
    -0,28 (-0,42%)
     
  • OURO

    1.782,10
    +21,40 (+1,22%)
     
  • BTC-USD

    49.461,96
    +1.663,80 (+3,48%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.367,14
    -74,62 (-5,18%)
     
  • S&P500

    4.538,43
    -38,67 (-0,84%)
     
  • DOW JONES

    34.580,08
    -59,71 (-0,17%)
     
  • FTSE

    7.122,32
    -6,89 (-0,10%)
     
  • HANG SENG

    23.766,69
    -22,24 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    28.029,57
    +276,20 (+1,00%)
     
  • NASDAQ

    15.687,50
    -301,00 (-1,88%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3953
    +0,0151 (+0,24%)
     

TSMC e Sony unem forças em nova fábrica de semicondutores no Japão

·2 min de leitura

Há cerca de um mês noticiamos sobre a possibilidade de Sony e TSMC se unirem para construir uma nova fábrica de semicondutores no Japão — um esforço que faz parte do plano de investimento de US$ 100 bilhões da fabricante taiwanesa para enfrentar a crise de componentes que afeta tanto a produção de celulares e outros dispositivos móveis quanto o mercado automotivo.

Essa nova instalação foi anunciada pela TSMC ainda no mês passado em um comunicado feito pelo próprio CEO da empresa, C.C. Wei. Na época, porém, apesar da confirmação do empresário, a construção da nova instalação ainda dependia da aprovação do conselho administrativo da companhia.

Agora, a Sony Semiconductor Solutions Corporation — divisão da japonesa que atua com o desenvolvimento de semicondutores — e a TSMC anunciaram, em conjunto, a construção da nova planta, que deverá atender as demandas de fabricação de chips mais antigos, feitos em processos de 22 e 28 nanômetros, em vez dos componentes mais novos, que são destinados para smartphones mais atuais.

De acordo com relatos do periódico asiático Nikkei, a construção da nova fábrica em parceria entre as duas empresas foi aprovada pelos diretores da TSMC e deverá ser feita por uma nova subsidiária chamada Japan Advanced Semiconductor Manufacturing (JASM), e a Sony investirá cerca de meio milhão de dólares para ter uma participação inferior a 20% na JASM.

(Imagem: Divulgação/TSMC)
(Imagem: Divulgação/TSMC)

É importante destacar, porém, que a produção dos chips não deve iniciar tão cedo — apesar de tudo já estar aprovado, o início da construção não está definido pelo menos até 2022 enquanto ainda não há previsão para produção dos componentes pelo menos até o final de 2024.

Por fim, a publicação do Nikkei também revela que os diretores da empresa taiwanesa também aprovaram a construção de uma nova fábrica em seu país de origem e a nova instalação deverá lidar tanto com a produção de semicondutores de 7 nanômetros quando os chips mais antigos de 28 nanômetros. A construção, porém, também não deve começar pelo menos até 2024.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos