Mercado abrirá em 1 h 10 min
  • BOVESPA

    112.291,59
    +413,06 (+0,37%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    43.934,21
    +259,38 (+0,59%)
     
  • PETROLEO CRU

    46,17
    +0,53 (+1,16%)
     
  • OURO

    1.843,00
    +1,90 (+0,10%)
     
  • BTC-USD

    19.040,43
    -217,16 (-1,13%)
     
  • CMC Crypto 200

    373,67
    -0,74 (-0,20%)
     
  • S&P500

    3.666,72
    -2,29 (-0,06%)
     
  • DOW JONES

    29.969,52
    +85,73 (+0,29%)
     
  • FTSE

    6.536,11
    +45,84 (+0,71%)
     
  • HANG SENG

    26.835,92
    +107,42 (+0,40%)
     
  • NIKKEI

    26.751,24
    -58,13 (-0,22%)
     
  • NASDAQ

    12.506,50
    +44,25 (+0,36%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2539
    +0,0179 (+0,29%)
     

TSE identifica doações de pessoas mortas a candidatos às eleições deste ano

Isadora Peron
·1 minuto de leitura

A Corte identificou cerca de 7 mil irregularidades tanto no recebimento de doações quanto no pagamento a prestadores de serviços, totalizando cerca de R$ 25 milhões Levantamento feito pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) apontou que pessoas desempregadas e que foram declaradas mortas fizeram doações para candidatos que concorrem às eleições municipais deste ano. Ao todo, a Corte identificou cerca de 7 mil irregularidades tanto no recebimento de doações quanto no pagamento a prestadores de serviços, totalizando aproximadamente R$ 25 milhões. Um dos indícios de irregularidades mais fortes são os de doadores potencialmente desempregados, que somam 3.793 casos e um valor de R$ 15,9 milhões. O relatório do TSE aponta ainda que cinco pessoas, que doaram juntas R$ 6,8 mil, constam no Sistema de Controle de Óbitos (Sisobi). Também foram identificados 782 casos de pessoas que teriam doado valores — um total de R$ 6,4 milhões — incompatíveis com a suas rendas. Já entre os fornecedores, 775 não têm registro ativo na Junta Comercial ou mesmo na Receita Federal. Há, ainda, 217 empresas que têm relação de parentesco com algum candidato e receberam um total de R$ 471,3 mil. Essa foi a primeira rodada de apuração de indícios de irregularidades realizada pela Secretaria de Tecnologia da Informação do TSE com base na entrega de prestações de contas parciais, que terminou domingo (25). Além do TSE, o levantamento conta com a parceria de outros seis órgãos federais: Receita Federal, Coaf, Ministério Público Eleitoral, Defensoria Pública Federal, Tribunal de Contas da União e Ministério da Cidadania.