Mercado abrirá em 6 h 58 min
  • BOVESPA

    108.976,70
    -2.854,30 (-2,55%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.668,64
    -310,36 (-0,60%)
     
  • PETROLEO CRU

    74,13
    -2,15 (-2,82%)
     
  • OURO

    1.751,00
    -3,00 (-0,17%)
     
  • BTC-USD

    16.210,25
    -352,34 (-2,13%)
     
  • CMC Crypto 200

    380,18
    -2,47 (-0,65%)
     
  • S&P500

    4.026,12
    -1,14 (-0,03%)
     
  • DOW JONES

    34.347,03
    +152,93 (+0,45%)
     
  • FTSE

    7.486,67
    +20,07 (+0,27%)
     
  • HANG SENG

    17.225,41
    -348,17 (-1,98%)
     
  • NIKKEI

    28.135,47
    -147,56 (-0,52%)
     
  • NASDAQ

    11.684,75
    -98,00 (-0,83%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,6084
    -0,0160 (-0,28%)
     

TSE avisa sobre golpe do título de eleitor "cancelado"

Render of a voting machine for president elections in Brazil, FIM written on display is shown after casting the votes.
Render of a voting machine for president elections in Brazil, FIM written on display is shown after casting the votes.
  • Tribunal Superior Eleitoral alerta sobre golpe às vésperas das eleições

  • Golpistas mandam mensagens falsas para adquirir informações sigilosas

  • TSE diz que não entra em contato com os eleitores por mensagens de texto

Falta pouco para sabermos quem será o novo presidente do Brasil. Às vésperas das eleições, os cidadãos se preparam para opinar sobre o futuro do país nas urnas espalhadas pelas cidades.

Mas é preciso tomar cuidado. Na última semana, o Tribunal Superior Eleitoral divulgou um alerta sobre uma ação criminosa que está sendo realizada neste período. De acordo com TSE, criminosos estão aplicando golpes em nome do órgão para obter dados de eleitores.

A ação fraudulenta chega por email ou por aplicativos de mensagens e tenta enganar as pessoas ao dizer que os títulos de eleitor foram cancelados provisoriamente. No texto texto, existe um link que a leva para uma página em que supostamente poderá regularizar sua situação eleitoral. Dessa forma, conseguem acessar informações sigilosas.

"Todas essas mensagens são maliciosas e visam capturar informações para aplicar golpes" alerta o TSE. A Justiça Eleitoral alerta que nunca comunica o cancelamento de títulos de eleitor ou alguma irregularidade cadastral através mensagens de e-mail ou aplicativos como WhatsApp ou Telegram.

As informações sobre situação cadastral devem ser conferidas por conta própria no portal ou no aplicativo do TSE. Só em casos de processos judiciais e na convocação de mesários, o órgão poderá entrar em contato por email ou por apps de mensagens.

No comunicado divulgado, o o Tribunal Superior Eleitoral informou também que golpes como esse não são novos e disse que é procurado "frequentemente". Ou seja, todo cuidado ainda é pouco.