Mercado fechado
  • BOVESPA

    119.920,61
    +356,17 (+0,30%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.934,91
    +535,11 (+1,11%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,85
    +0,14 (+0,22%)
     
  • OURO

    1.814,80
    -0,90 (-0,05%)
     
  • BTC-USD

    56.724,55
    -755,12 (-1,31%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.476,21
    +4,80 (+0,33%)
     
  • S&P500

    4.201,62
    +34,03 (+0,82%)
     
  • DOW JONES

    34.548,53
    +318,19 (+0,93%)
     
  • FTSE

    7.076,17
    +36,87 (+0,52%)
     
  • HANG SENG

    28.637,46
    +219,46 (+0,77%)
     
  • NIKKEI

    29.331,37
    0,00 (0,00%)
     
  • NASDAQ

    13.607,50
    +9,75 (+0,07%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3645
    -0,0021 (-0,03%)
     

Trump não reconhece vitória de Biden e diz que ganhou com “71 milhões de votos legítimos”

Redação Notícias
·1 minuto de leitura
U.S. President Donald Trump gestures after signing executive orders for economic relief during a news conference amid the spread of the coronavirus disease (COVID-19), at his golf resort in Bedminster, New Jersey, U.S., August 8, 2020. REUTERS/Joshua Roberts     TPX IMAGES OF THE DAY
(Foto: Reuters)

O presidente Donald Trump fez a primeira postagem após o anúncio da vitória de Joe Biden. Como já é de praxe, ele usou letras maiúsculas para denunciar uma suposta fraude no pleito americano.

Trump disse que os observadores não tiveram acesso a salas de contagem de votos, que pessoas receberam cédulas de votação, mesmo sem ter pedido, e que venceu disputa com “71 milhões de votos legítimos”.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

O Twitter incluiu um aviso na postagem dizendo que esta reclamação sobre a fraude eleitoral é contestada. Ou seja, o conteúdo não é confiável.