Mercado fechado
  • BOVESPA

    102.224,26
    -3.586,99 (-3,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.492,52
    -1.132,48 (-2,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,15
    -10,24 (-13,06%)
     
  • OURO

    1.788,10
    +1,20 (+0,07%)
     
  • BTC-USD

    55.025,78
    +351,63 (+0,64%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.365,60
    -89,82 (-6,17%)
     
  • S&P500

    4.594,62
    -106,84 (-2,27%)
     
  • DOW JONES

    34.899,34
    -905,04 (-2,53%)
     
  • FTSE

    7.044,03
    -266,34 (-3,64%)
     
  • HANG SENG

    24.080,52
    -659,64 (-2,67%)
     
  • NIKKEI

    28.751,62
    -747,66 (-2,53%)
     
  • NASDAQ

    16.051,00
    -315,00 (-1,92%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3485
    +0,1103 (+1,77%)
     

Trump fecha acordo com SPAC para nova plataforma de mídia social e ações disparam

·1 min de leitura
Ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump

Por Medha Singh

(Reuters) - As ações da Digital World Acquisition Corp subiam 80%, nesta quinta-feira, depois que a empresa informou que se fundirá com uma companhia pertencente ao ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump para criar um novo aplicativo de mídia social chamado TRUTH Social.

A rede social, formada pelo acordo da Digital World com o Trump Media and Technology Group, informou na quarta-feira que planeja um lançamento beta no próximo mês e implantação completa no primeiro trimestre de 2022.

As ações da Digital World, com sede em Miami, subiram 80% para 17,83 dólares na quinta de manhã. A empresa é uma SPAC, ou companhia "cheque em branco", jargão do mercado para companhias não operacionais que são listadas em bolsa com propósito específico de adquirir empresas. É um modelo que tem crescido rapidamente em Wall Street.

Em um comunicado à imprensa, Trump disse que o TRUTH Social seria lançado depois que o Twitter o barrou de sua plataforma. O Twitter e o Facebook suspenderam a conta de Trump depois que centenas de seus apoiadores protestaram no Capitólio norte-americano em 6 de janeiro após um discurso incendiário que ele fez alegando falsamente que a eleição de 2020 havia sido roubada dele por meio de fraude eleitoral generalizada.

A Digital World Acquisition, liderada pelo ex-banqueiro de investimentos Patrick Orlando, lançou pelo menos quatro SPACs e planeja lançar mais duas, mas nenhuma deles concluiu as negociações ainda.

O Trump Media & Technology Group disse que receberá 293 milhões de dólares em dinheiro que a Digital World Acquisition tinha em um fundo, se nenhum acionista da empresa de aquisição decidir liquidar suas ações.

(Reportagem de Medha Singh, em Bengaluru)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos