Mercado abrirá em 8 h 42 min

Trump diz que reunião sobre pacote econômico no Congresso foi 'muito boa'

Valor

Presidente não detalhou o resultado da conversa com congressistas O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, saiu otimista de uma reunião nesta terça-feira (10) no Congresso sobre o pacote de estímulos à economia prometido por ele ontem para mitigar os efeitos do novo coronavírus (covid-19).

Em breve declarações a jornalistas na saída do Capitólio, o dirigente americano afirmou teve um “bom encontro” com os senadores republicanos sobre as medidas que estão sendo discutidas pela equipe econômica da Casa Branca. Ele não deu detalhes sobre a conversa.

Trump defendeu ontem, durante entrevista coletiva na Casa Branca, medidas como a desoneração da folha de pagamento e a ampliação de licenças médicas remuneradas para trabalhadores que forem obrigados a se afastar de suas funções. O presidente também sinalizou auxílios à indústria de cruzeiros marítimos e às companhias aéreas.

Nesta terça-feira, ele criticou duas das principais lideranças de oposição no Congresso pelo posição sobre o tema. Pelo Twitter, o mandatário americano atacou o líder da minoria democrata no Senado, Chuck Schumer, e a presidente da Câmara dos Representantes, Nancy Pelosi.

Pelosi afirmou ontem que não seria possível votar um pacote de estímulo ainda nesta semana. Irritado com um possível atraso, Trump escreveu na rede social que “os democratas que não fazem nada estão de férias”.

O presidente americano também afirmou não ver motivos para fazer exames para detectar a doença. “Não tenho os sintomas. Me sinto extremamente bem”, resumiu Trump.

A preocupação surgiu após cinco republicanos terem se colocado em quarentena após terem contato com um indivíduo na Conferência Anual de Ação Política Conservadora (CPAC), agora diagnosticado com o vírus.