Mercado fechado

Trump decide não sobretaxar aço e alumínio do Brasil, diz Bolsonaro

.

SÃO PAULO (Reuters) - O presidente Jair Bolsonaro disse nesta sexta-feira em transmissão no Facebook que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, lhe disse em um telefonema que decidiu não sobretaxar o aço e o alumínio do Brasil.

"Agora há pouco, então, tive a grata satisfação de receber um telefonema do senhor Donald Trump, presidente dos Estados Unidos. Uma conversa de aproximadamente 15 minutos", disse Bolsonaro, acrescentando ter dado a Trump argumentos contra a sobretaxação dos produtos brasileiros.

"Ele se convenceu dos meus argumentos e decidiu dizer a todos os brasileiros que nosso aço e nosso alumínio não serão sobretaxados. Repito: não serão sobretaxados", afirmou.

Em postagem em sua conta no Twitter, por sua vez, Trump disse ter tido "um telefonema fantástico" com Bolsonaro, mas não mencionou o recuo na decisão de sobretaxar o aço e o alumínio do Brasil.

"Acabei de ter um telefonema fantástico com o presidente do Brasil @jairbolsonaro. Discutimos vários assuntos, incluindo o comércio. O relacionamento entre Estados Unidos e Brasil nunca foi tão forte", escreveu Trump.

Uma fonte norte-americana familiarizada com a conversa entre Trump e Bolsonaro confirmou que o presidente norte-americano disse ao seu colega brasileiro que os EUA não sobretaxarão o aço e o alumínio brasileiros.

A sobretaxa ao aço e ao alumínio do Brasil havia sido anunciada por Trump em sua conta no Twitter no início deste mês. Na ocasião, o presidente norte-americano também anunciou que taxaria os mesmos produtos da Argentina e acusou os governos dos dois países sul-americanos de desvalorizarem suas moedas.


(Por Eduardo Simões; Reportagem de Steve Holland, em Washington)