Mercado fechado

Trump considera acordo com a China um sucesso para agricultores dos EUA

O presidente americano, Donald Trump, discursa em comício em Lake Charles, Louisiana, 11 de outubro de 2019

O presidente dos EUA, Donald Trump, disse que ficou feliz neste sábado (12) por ter fechado com a China o "melhor e maior acordo" já feito para os agricultores americanos, após o anúncio de um pacto parcial com Pequim, que ainda precisa ser detalhado e assinado.

"O acordo que acabei de fechar com a China é de longe o melhor e maior acordo já feito para nossos maravilhosos agricultores patriotas na história de nosso país", tuitou o presidente americano.

"Outros aspectos do acordo também são fantásticos – tecnologia, setor financeiro, US$ 16.000 a US$ 20.000 em aviões da Boeing, etc", acrescentou, sem especificar que tipo de pedidos, recentes ou antigos, estava se referindo.

Contatada pela AFP, a empresa Boeing não quis falar sobre o assunto.

O presidente dos EUA anunciou, na sexta-feira, um acordo comercial parcial, mas "muito importante", com a China, após negociações em Washington, na presença da vice-primeiro-ministro chinês Liu He.

Pequim prometeu comprar mais produtos agrícolas dos Estados Unidos, medida que Trump há muito tempo reclamava.

Em troca, Pequim conseguiu que Trump desistisse do aumento de 25 a 30% nas tarifas punitivas sobre 250 bilhões de dólares em exportações chinesas que entrariam em vigor na terça-feira.

A disputa comercial que impede as relações entre China e Estados Unidos por um ano resultou em uma série de tarifas adicionais recíprocas entre os dois países. O pulso não apenas ameaça o crescimento das duas primeiras economias mundiais, mas também o do resto do planeta.