Mercado fechado

Trump comenta corrida democrata e ataca Bloomberg

Caio Rinaldi

Bilionários, os dois travam uma disputa e transmitirão propaganda política no horário mais concorrido da televisão americana, o intervalo do Super Bowl A disputa pela candidatura democrata na corrida presidencial americana foi comentada pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. Em publicação no Twitter nesta quinta-feira, o mandatário atacou diretamente o pré-candidato Michael Bloomberg, ex-prefeito de Nova York.

Paul Sancya/AP Photo

“O mini Mike Bloomberg está jogando poker com seu rivais democratas imprudentes e desavisados. Ele diz que se perder [a indicação] – ele quer dizer ‘quando’ – gastará dinheiro ajudando quem vencer a nomeação democrata. Ao fazer isso, ele pensa, os adversários não baterão muito forte durante sua campanha ‘presidencial’ sem esperança”, ironizou Trump.

O presidente americano continuou:

“O fato é, quando ‘mini’ perder’, ele gastará muito pouco do seu dinheiro nestes ‘palhaços’ pois ele se considerará o maior palhaço de todos - ele estará certo”, escreveu Trump.

Initial plugin text

O presidente americano continuou. “O fato é, quando ‘mini’ perder’, ele gastará muito pouco do seu dinheiro nestes ‘palhaços’ pois ele se considerará o maior palhaço de todos - ele estará certo”, finalizou Trump.

Matt Rourke/AP

Bloomberg e Trump travam uma disputa antes do início da campanha oficial entre democratas e republicanos. Bilionários, os dois transmitirão propaganda política no horário mais concorrido da televisão americana, o intervalo do Super Bowl, que ocorrerá no próximo dia 2 de fevereiro.

Os spots publicitários têm duração de 60 segundos cada e custarão ao menos US$ 10 milhões para as campanhas.