Mercado fechará em 2 h 10 min
  • BOVESPA

    109.420,03
    +1.406,56 (+1,30%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.775,55
    -47,68 (-0,09%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,65
    +0,69 (+0,79%)
     
  • OURO

    1.840,00
    -3,20 (-0,17%)
     
  • BTC-USD

    43.265,44
    +1.407,32 (+3,36%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.028,37
    +33,11 (+3,33%)
     
  • S&P500

    4.592,02
    +59,26 (+1,31%)
     
  • DOW JONES

    35.431,74
    +403,09 (+1,15%)
     
  • FTSE

    7.585,01
    -4,65 (-0,06%)
     
  • HANG SENG

    24.952,35
    +824,50 (+3,42%)
     
  • NIKKEI

    27.772,93
    +305,70 (+1,11%)
     
  • NASDAQ

    15.286,00
    +252,50 (+1,68%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1285
    -0,0389 (-0,63%)
     

Troca de técnicos no Brasileirão cai 39% em relação à edição de 2020; foram 17 até o momento

·1 min de leitura

A saída do técnico Renato Gaúcho do Flamengo foi a 17ª troca de treinador de um clube da Série A do Brasileiro. Até o momento, apenas cinco trabalhos vêm se sustentando no ano: Abel Ferreira (Palmeiras), Juan Pablo Vojvoda (Fortaleza), Maurício Barbieri (Bragantino), Sylvinho (Corinthians) e Cuca (Atlético-MG). Nesta terça-feira, o rubro-negro será comandado pelo interino Mauricio Souza.

O número ainda está bem abaixo em relação ao Brasileiro de 2020, quando 28 treinadores foram demitidos ou deixaram os clubes. Ano passado, apenas três times não mudaram de técnico durante a competição: Atlético-MG (Cuca), Ceará (Guto Ferreira) e Grêmio (Renato Gaúcho).

Desde o início da temporada está valendo a regra da CBF que só permite uma troca de técnico no campeonato em caso de demissão. Os clubes usam da estratégia do comum acordo entre as partes para não contabilizar a mudança dentro do novo regulamento. Caso de Renato Gaúcho, que tinha contrato até o fim de dezembro.

Confira a lista completa

- Alberto Valentim (Cuiabá): 1ª rodada, demitido

- Miguel Ángel Ramírez (Inter): 2ª rodada, comum acordo

- Lisca (América-MG): 3ª rodada, pediu demissão

- Tiago Nunes (Grêmio): 9ª rodada, comum acordo

- Rogério Ceni (Flamengo): 10ª rodada, demitido

- Jair Ventura (Chapecoense): 14ª rodada, demitido

- Dado Cavalcanti (Bahia): 16ª rodada, não revelado

- Roger Machado (Fluminense): 16ª rodada, demitido

- Umberto Louzer (Sport): 18ª rodada, comum acordo

- Guto Ferreira (Ceará): 18ª rodada, comum acordo

- Fernando Diniz (Santos): 19ª rodada, demitido

- António Oliveira (Athletico-PR): 19ª rodada, pediu demissão

- Diego Dabove (Bahia): 23ª rodada, demitido

- Luiz Felipe Scolari (Grêmio): 25ª rodada, demitido

- Crespo (São Paulo): 25ª rodada, comum acordo

- Marquinhos Santos (Juventude): 27ª rodada, comum acordo

- Renato Gaúcho (Flamengo): 35ª, comum acordo

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos