Mercado fechará em 6 h 24 min
  • BOVESPA

    101.915,45
    -898,58 (-0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.698,72
    -97,58 (-0,20%)
     
  • PETROLEO CRU

    69,16
    +2,98 (+4,50%)
     
  • OURO

    1.787,30
    +10,80 (+0,61%)
     
  • BTC-USD

    57.269,70
    -766,47 (-1,32%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.470,48
    +27,71 (+1,92%)
     
  • S&P500

    4.567,00
    -88,27 (-1,90%)
     
  • DOW JONES

    34.483,72
    -652,22 (-1,86%)
     
  • FTSE

    7.163,98
    +104,53 (+1,48%)
     
  • HANG SENG

    23.658,92
    +183,66 (+0,78%)
     
  • NIKKEI

    27.935,62
    +113,86 (+0,41%)
     
  • NASDAQ

    16.389,25
    +238,75 (+1,48%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3459
    -0,0241 (-0,38%)
     

Tributação sobre dividendos não progride no Senado em meio a lobby de bancos, diz Guedes

·1 min de leitura
Moedas de reais

BRASÍLIA (Reuters) - O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou nesta terça-feira que a tributação sobre dividendos não progride em meio a lobby e pressão dos bancos, com a reforma do Imposto de Renda tendo ficado parada no Senado após ter sido aprovada pelos deputados.

Em audiência pública na Câmara dos Deputados em que foi chamado para falar de offshore em seu nome no exterior, Guedes afirmou que banqueiros "ricos e poderosos" conseguiram esterilizar pagamento de imposto sobre os dividendos.

Questionado sobre o fato de a reforma do IR aprovada pela Câmara ter excluído a proposta de tributação sobre offshores, Guedes disse que o texto enviado pelo Executivo com a sua assinatura continha a medida.

(Por Marcela Ayres)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos