Mercado abrirá em 6 h 27 min
  • BOVESPA

    108.789,33
    +556,59 (+0,51%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.464,03
    +900,05 (+1,78%)
     
  • PETROLEO CRU

    112,96
    +0,56 (+0,50%)
     
  • OURO

    1.809,60
    -9,30 (-0,51%)
     
  • BTC-USD

    29.930,44
    -435,97 (-1,44%)
     
  • CMC Crypto 200

    672,54
    +429,86 (+177,13%)
     
  • S&P500

    4.088,85
    +80,84 (+2,02%)
     
  • DOW JONES

    32.654,59
    +431,17 (+1,34%)
     
  • FTSE

    7.518,35
    +53,55 (+0,72%)
     
  • HANG SENG

    20.656,65
    +54,13 (+0,26%)
     
  • NIKKEI

    26.911,20
    +251,45 (+0,94%)
     
  • NASDAQ

    12.516,25
    -44,00 (-0,35%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1995
    -0,0109 (-0,21%)
     

Tribunal rejeita ação de Trump para voltar ao Twitter

Trump foi banido das grandes redes sociais (Twitter, Facebook e YouTube) após o ataque ao Capitólio realizado por seus apoiadores em 6 de janeiro de 2021, que ele é acusado de ter incentivado (AFP/SAUL LOEB) (SAUL LOEB)

Uma ação movida pelo ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump que buscava reativar sua conta banida no Twitter foi rejeitada nesta sexta-feira por um tribunal da Califórnia.

Trump e os co-autores acusam o Twitter de censura e de violar seu direito à liberdade de expressão, garantido pela Constituição dos Estados Unidos. Mas "os demandantes não estão em posição de força", porque "o Twitter é uma empresa privada" e "a Primeira Emenda só se aplica a restrições de discurso impostas pelo governo", explicou o juiz da Califórnia James Donato.

Trump foi banido das grandes redes sociais (Twitter, Facebook e YouTube) após o ataque ao Capitólio realizado por seus apoiadores em 6 de janeiro de 2021, que ele é acusado de ter incentivado. As plataformas justificaram sua decisão pelo risco de novas incitações à violência.

juj/rle/dl/gm/lb

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos