Mercado fechado
  • BOVESPA

    129.441,03
    -635,14 (-0,49%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.286,46
    +400,13 (+0,79%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,78
    +0,49 (+0,70%)
     
  • OURO

    1.879,50
    -16,90 (-0,89%)
     
  • BTC-USD

    35.700,48
    -1.142,25 (-3,10%)
     
  • CMC Crypto 200

    924,19
    -17,62 (-1,87%)
     
  • S&P500

    4.247,44
    +8,26 (+0,19%)
     
  • DOW JONES

    34.479,60
    +13,36 (+0,04%)
     
  • FTSE

    7.134,06
    +45,88 (+0,65%)
     
  • HANG SENG

    28.842,13
    +103,25 (+0,36%)
     
  • NIKKEI

    28.948,73
    -9,83 (-0,03%)
     
  • NASDAQ

    13.992,75
    +33,00 (+0,24%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1926
    +0,0391 (+0,64%)
     

Triangulação em negociação de Bitcoin causa prejuízo de R$ 40 mil em Dourados

·2 minuto de leitura
Um Bitcoin e notas de Dólar
Um Bitcoin e notas de Dólar

Um crime de estelionato foi registrado na Delegacia de Polícia Civil de Dourados, Mato Grosso do Sul. Após cair em um possível esquema de triangulação na negociação de Bitcoin, um homem teve um prejuízo de cerca de R$ 40 mil.

Tudo aconteceu após o negociante de criptomoedas ser chamado para realizar uma transação utilizando a plataforma Binance. O perfil que o chamou se identificava como “ABC Cripto”, mas aparentemente era uma fraude apenas usando a imagem do negociante.

Conversando simultaneamente com o verdadeiro ABC Cripto, o golpista ainda fez uma ordem de venda aparecer na Binance, ou seja, ela conversou com as duas partes, mas interceptou os valores enviados.

O golpe teve o valor exato de R$ 37.279,40, enviado via PIX para o golpista. Após perceber se tratar de um golpe e que não receberia os dólares esperados, a vítima acabou acionando a polícia.

Golpe de triangulação em negociação de Bitcoin deixa prejuízo de R$ 40 mil

O caso em questão foi narrado pelo portal de notícias local Dourados Agora, que cobriu a negociação frustrada de Bitcoin que acabou parando na delegacia. A Polícia Civil vai investigar o caso como estelionato, com a vítima, que não foi identificada, apresentando documentos que comprovam o golpe.

Carlos Heitor Lain, CEO da PagCripto, conversou com o Livecoins para explicar mais o que entendeu sobre o caso. De acordo com ele, o golpe foi uma triangulação, sendo que o golpista negociou com o vendedor e com o comprador, ambos vítimas do esquema.

“A vítima pagou o golpista, achando que estava pagando o p2p.”, afirmou Carlos.

Lain ainda declarou que essa modalidade de golpes é bem comum no mercado, quando uma das partes não toma cuidados básicos com a segurança.

Para evitar cair em golpes similares, que são comuns de acordo com o CEO da PagCripto, é importante “saber com quem você negocia e garantir ser a pessoa mesmo“.

Binance apresenta um curso para ensinar as pessoas a trabalhar com sua plataforma P2P

A corretora Binance, que teve sua imagem associada ao golpe, realmente possuí uma plataforma P2P para negociações entre pessoas. Inaugurada em 2020, a Binance P2P é uma plataforma que não cobra taxas de corretagem de seus usuários.

É importante entender que negociações entre pessoas é um método comum no mercado de criptomoedas, que carrega em sua filosofia as transações como sendo fundamentais para liberdade financeira.

Mesmo assim, quando praticada sem os devidos cuidados, podem acarretar prejuízos grandes para uma das partes.

Por fim, nesta quinta-feira (10), um evento acontece pelo canal oficial da Binance, para explicar os detalhes da corretora P2P, que pode ajudar as pessoas a evitar cair em golpes. No site da corretora uma página também compartilha dicas importantes sobre o assunto.

Fonte: Livecoins