Mercado abrirá em 3 h 34 min
  • BOVESPA

    112.611,65
    +1.322,47 (+1,19%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.466,02
    -571,03 (-1,12%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,40
    +0,79 (+0,91%)
     
  • OURO

    1.793,10
    0,00 (0,00%)
     
  • BTC-USD

    36.599,36
    +430,77 (+1,19%)
     
  • CMC Crypto 200

    828,78
    +9,27 (+1,13%)
     
  • S&P500

    4.326,51
    -23,42 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.160,78
    -7,31 (-0,02%)
     
  • FTSE

    7.531,76
    -22,55 (-0,30%)
     
  • HANG SENG

    23.550,08
    -256,92 (-1,08%)
     
  • NIKKEI

    26.717,34
    +547,04 (+2,09%)
     
  • NASDAQ

    14.072,75
    +86,00 (+0,61%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0458
    +0,0218 (+0,36%)
     

Tri da Libertadores faz Crefisa superar Parmalat em títulos pelo Palmeiras nos primeiros seis anos

·2 min de leitura
A presidente do Palmeiras, Leila Pereira, usou as redes sociais para falar com o torcedor (Reprodução / Instagram)


O terceiro título da Libertadores do Palmeiras, conquistado no último sábado (28), após vitória por 2 a 1 sobre o Flamengo, em Montevidéu-URU, foi o sétimo do Verdão sob patrocínio máster da Crefisa, cujo a dona é a empresária Leila Pereira, eleita presidente do clube no último dia 20 de novembro.

Em seis temporadas desde que a parceria iniciou, foram sete conquistas. Além das últimas duas edições da Libertadores (2020 e 2021), o Palestra conquistou o Paulistão em 2020, a Copa do Brasil em 2015 e 2021 e o Brasileirão em 2016 e 2018.

Se compararmos o período em que a Crefisa investe no futebol palmeirense, a quantidade de títulos supera uma dos momentos mais vitoriosos do Verdão, a 'Era Parmalat', acordo de cogestão feita entre o clube e empresa italiana, que durou entre 1991 e 2000.

Nos primeiros seis anos de parceria entre Palmeiras e Parmalat, a equipe alviverde conquistou seis títulos, enquanto no mesmo espaço de tempo, entre 2015 e 2021, em sinergia com a Crefisa, já são sete canecos conquistados.

Em nove anos de projeto Palmeiras/Parmalat, a média de troféus vencidos pelo Verdão foi de 1,22 por temporada, já na gestão Palmeiras/Crefisa o número está em 1,16 com três anos a menos.

A 'vantagem' da Era Crefisa em relação a Parmalat também está no grau de importância dos títulos. O grupo italiano só veio conquistar a Libertadores em 1999, penúltimo ano da cogestão. Já com a Crefisa, o Palmeiras se sagrou bicampeão do principal torneio continental nas duas últimas temporadas.

E o portfólio e conquistas do Palmeiras tendo a parceria com a Crefisa pode aumentar ainda mais, já que o contrato de patrocínio máster com a empresa foi renovado em agosto deste ano até 2024. O pagamento de R$ 81 milhões é o maior que uma empresa paga a um clube em toda a América do Sul e pode chegar até R$ 120 milhões com bonificações.

Confira abaixo os títulos que o Palmeiras conquistou nas Eras Crefisa e Parmalat:

Crefisa:
Paulista (2018); Copa do Brasil (2015 e 2021); Campeonato Brasileiro (2016 e 2018) e Libertadores (2020 e 2021) - média de 1,16 títulos por temporada em sete anos de gestão (em andamento e contrato em vigor até 2024)

Parmalat entre 1991 e 1997: Paulista (1993, 1994 e 1996); Rio-São Paulo (1993); Campeonato Brasileiro (1993 e 1994)

Parmalat no geral (1991-2000): Paulista (1993, 1994 e 1996); Rio-São Paulo (1993 e 2000); Copa do Brasil (1998); Copa dos Campeões (2000); Campeonato Brasileiro (1993 e 1994); Copa Mercosul (1998) e Libertadores (1999)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos