Mercado fechará em 4 h 17 min

Transmissão de coronavírus no Brasil começou antes do primeiro caso confirmado, diz pesquisa

BELO HORIZONTE, BRAZIL - JULY 16: People wearing face masks walk in a commercial center in the Alipio de Melo neighborhood amidst the coronavirus (COVID-19) pandemic on July 16, 2020 in Belo Horizonte, Brazil. Brazil is reaching two million confirmed cases of coronavirus (COVID-19). The country is second only to the United States in number of cases and deaths. According to the Brazilian Health Ministry, Brazil has over 76.600 deaths. (Photo by Pedro Vilela/Getty Images)

O novo coronavírus já era transmitido no Brasil antes da confirmação do primeiro caso, no início de fevereiro, concluiu pesquisa da USP (Universidade de São Paulo) em parceria com a universidade de Oxford, no Reino Unido.

O estudo, divulgado pela Globo, analisou quais mutações do coronavírus infectaram mais de 400 brasileiros até abril. Nos pacientes pesquisados, foram encontradas 104 variações do vírus. Três delas conseguiram se espalhar e podem ter vindo da Europa na época do Carnaval.

"O primeiro caso foi exatamente detectado numa terça-feira de Carnaval. Então, provavelmente, esses casos chegaram um pouco antes, uma semana, 10 dias, e começaram a replicar aqui", explicou Ester Sabino, professora do Departamento de Moléstias Infecciosas da USP.

Leia também

Os primeiros casos confirmados de Covid-19 foram diagnosticados entre o fim de fevereiro e o começo de março, em pacientes que tinham voltado da Europa. Entretanto, dois moradores do Rio de Janeiro infectados com o vírus no começo de março, antes que o estado tivesse declarado a transmissão comunitária, não tinham saído do país nem entrado em contato com algum viajante.

"Nos casos dos vírus que foram transmitidos internamente aqui no Brasil, a gente não conseguiu ter uma comparação perfeita, mas o que se chegou de maior semelhança foi com o material genético do coronavírus publicado na China", relatou Emerson Gasparetto, vice-presidente médico da Dasa.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Em outra pesquisa, a UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina) encontrou partículas do novo coronavírus em duas amostras de esgoto colhidas em Florianópolis, em novembro e dezembro de 2019.

"Esse vírus já estava presente aqui nas amostras de esgoto em novembro. Provavelmente outros locais - não só aqui em Santa Catarina e até no Brasil e nas Américas - se for feita uma busca retroativa, é bem possível que se encontre também”, disse Patrícia Stoco, pesquisadora da UFSC.

Até a última sexta-feira (17), o Ministério da Saúde contabilizou 2.046.328 casos de coronavírus no Brasil e 77.851 mortes. Nas últimas 24 horas, foram registrados 34.177 novos pacientes e 1.163 óbitos.