Mercado fechado

Trailer de Viúva Negra traz à tona discussão sobre gordofobia no cinema

Claudio Yuge

Quem viu Vingadores: Ultimato sabe que uma das passagens mais hilárias é a da apresentação do “Thor Gordo”, com Odinson apresentando uma legítima barriga de chope. Embora tenha sido engraçado, muita gente se relacionou mais com o fato do personagem ter engordado por estar passando por um momento de ansiedade e depressão. Agora, com o lançamento do trailer de Viúva Negra, o assunto ganhou ares de gordofobia devido à representação do personagem Guardião Vermelho, interpretado por David Harbour.

Na prévia, vemos Harbour se mostrando com os músculos e seu “dad body” — o chamado “físico de coroa” — em uma passagem que também faz graça pelo fato do Guardião Vermelho ter ganho peso. Melina, que é vivida por Rachel Weisz, chega a verbalizar esse fato.

(Imagem: Reprodução/Marvel Studios)

Não demorou até que várias pessoas começassem a ver uma perspectiva negativa nas piadas. “Gordofobia… Marvel cancelada”, disse um usuário no Twitter.


“Eu sendo submetida à milésima piada de gordo usada em um filme da Marvel”, reclamou outro.


Heróis mais “fofinhos”

A discussão sobre a representação do físico dos super-heróis pode ser nova nos cinemas, mas ela vem de longa data nos quadrinhos. Com a recente campanha de positividade sobre todos os tipos de corpos que temos visto no mundo todo nos últimos anos, seja em campanhas de marketing ou até mesmo nas telonas, também é possível enxergar uma outra perspectiva sobre o assunto.

A personagem Faith, da Valiant Comics, e a Garota-Esquilo, da Marvel Comics, são adoradas pelos fãs desde que surgiram, recentemente, nos quadrinhos. Elas não possuem aquele corpo invejável de deuses gregos e hiperssexualizados, especialmente populares nos anos 90. E, embora inicialmente tenham havido brincadeiras que abusam do mau gosto e dos clichês, elas sobreviveram e hoje parece ser mais normal tê-las por aí.

(Imagem: Montagem/Valiant e Marvel Comics)

É um processo semelhante que parece estar acontecendo agora nos cinemas. Embora as piadas com o “Thor gordo” e o Guardião Vermelho possam ser realmente ofensivas para muita gente, há a esperança de que em breve não tenhamos apenas personagens musculosos nos filmes de heróis, até porque o próprio personagem de Harbour é visto combatendo o vilão do filme, o treinador, à altura de uma luta franca — o que chega a ser até perigoso para os atores, pois Hugh Jackman e Christian Bale já chegaram a revelar dietas e treinamentos rigorosos para alterar seus físicos, em prol de um Wolverine e um Batman “em dia”, respectivamente.

(Imagem: Reprodução/Marvel Studios)

Vale destacar também que ainda não sabemos o contexto completo de Harbour no filme e, como disse Anthony Gramuglia, do site Comic Book Resources, “os indicadores iniciais sugerem uma forte possibilidade de que Harbour ofereça o primeiro passo real para a positividade do corpo no cinema de super-heróis”.

A questão é polêmica e promete ainda muita discussão. E você, o que achou disso tudo? O Marvel Studios vem sendo gordofóbico ou tem mostrado um lado mais “humano” dos heróis, com representações mais realistas? Ou ambos? Deixem suas opiniões nos comentários!

Com informações do Comic Book Resources

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: