Mercado fechado
  • BOVESPA

    125.052,78
    -1.093,88 (-0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.268,45
    +27,94 (+0,06%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,17
    +0,26 (+0,36%)
     
  • OURO

    1.802,10
    -3,30 (-0,18%)
     
  • BTC-USD

    33.980,96
    +354,36 (+1,05%)
     
  • CMC Crypto 200

    786,33
    -7,40 (-0,93%)
     
  • S&P500

    4.411,79
    +44,31 (+1,01%)
     
  • DOW JONES

    35.061,55
    +238,20 (+0,68%)
     
  • FTSE

    7.027,58
    +59,28 (+0,85%)
     
  • HANG SENG

    27.321,98
    -401,86 (-1,45%)
     
  • NIKKEI

    27.548,00
    +159,80 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.091,25
    +162,75 (+1,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1216
    +0,0014 (+0,02%)
     

Traders de minério de ferro de olho em riscos de demanda chinesa

·2 minuto de leitura

(Bloomberg) -- Investidores de minério de ferro se preparam para maiores riscos da demanda na China, maior produtora de aço, depois de um primeiro semestre volátil que elevou os preços em mais de 30% desde o início do ano.

Dados oficiais mais recentes da indústria de aço mostram que os índices de gestores de compras e de produção caíram em junho caíram em relação a maio. Além disso, o país entra em uma pausa sazonal no consumo de aço, pois as atividades de construção e manufatura desaceleram no verão chinês. Em um sinal de demanda mais fraca, os estoques de minério de ferro do país aumentaram, enquanto as reservas de vergalhão também subiram depois de encolherem desde março.

O volume de comércio de materiais de construção e a taxa de utilização da capacidade dos altos-fornos diminuíram, segundo relatório de analistas da China International Capital Corporation Hong Kong.

“O motor de crescimento se deslocará gradualmente do investimento para o consumo”, disseram. “Vemos dificuldades em replicar o forte consumo anterior de aço no segundo semestre.”

O minério de ferro era negociado perto de US$ 210 a tonelada em Singapura na quarta-feira. Meses de fortes oscilações tornaram a commodity uma das mais voláteis do mundo. Os preços subiram para um recorde em maio, entraram em mercado baixista no mesmo mês e depois retornaram ao chamado bull market, um período mais longo de alta.

Os próximos passos da China para sua ampla indústria siderúrgica também podem afetar o cenário para o mercado de minério de ferro. O país pode intensificar as medidas para reduzir a poluição do setor, intensivo em carbono, onde a produção atingiu recordes sucessivos nos últimos meses. Autoridades se comprometeram repetidamente a limitar a produção, em linha para superar o volume do ano passado, que ficou acima de 1 bilhão de toneladas.

Os contratos futuros em Singapura subiam 0,7%, para US$ 207,65 a tonelada às 11h25 no horário local, a caminho do terceiro ganho mensal seguido. Os contratos em Dalian avançavam 1,7%, enquanto os futuros do vergalhão e bobina a quente deram um salto em Xangai.

More stories like this are available on bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos