Mercado fechado
  • BOVESPA

    125.052,78
    -1.093,88 (-0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.268,45
    +27,94 (+0,06%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,17
    +0,26 (+0,36%)
     
  • OURO

    1.802,10
    -3,30 (-0,18%)
     
  • BTC-USD

    34.155,68
    +713,20 (+2,13%)
     
  • CMC Crypto 200

    786,33
    -7,40 (-0,93%)
     
  • S&P500

    4.411,79
    +44,31 (+1,01%)
     
  • DOW JONES

    35.061,55
    +238,20 (+0,68%)
     
  • FTSE

    7.027,58
    +59,28 (+0,85%)
     
  • HANG SENG

    27.321,98
    -401,86 (-1,45%)
     
  • NIKKEI

    27.548,00
    +159,80 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.091,25
    +162,75 (+1,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1216
    +0,0014 (+0,02%)
     

Traders apostam que Bitcoin cai mais e shorts atingem máxima de 2 anos

·3 minuto de leitura

O capital investido em operações de venda a descoberto (short) no Bitcoin (BTC) atingiu o maior valor desde o final de junho de 2019, indicando que boa parte dos traders acreditam em mais quedas no preço da criptomoeda.

Segundo dados do TradingView, o gráfico BTCUSD SHORTS, que indica o valor total das operações de venda a descoberto de Bitcoin na exchange BitFinex, atingiu o seu maior preço dos últimos dois anos. O índice é usado como parâmetro para analisar as perspectivas do mercado em relação às movimentações futuras da criptomoeda.

Uma operação short, conhecida no Brasil como venda a descoberto, oferece a traders e investidores a possibilidade de “apostar na queda” de um determinado ativo.

Nesse modelo de operação, que geralmente acontece em mercados futuros, um usuário pode realizar o inverso do mercado tradicional, primeiramente vendendo um ativo – que ele ainda não possui – para depois recomprá-lo.

Dessa forma, operações short são realizadas por traders que acreditam que o preço de determinado ativo vai cair e, com isso, poderão lucrar com o movimento.

Sentimento do mercado em relação ao Bitcoin

Analisando o índice, pode-se observar que o aumento das posições short indica que o sentimento do mercado em relação ao Bitcoin está se tornando cada vez mais pessimista, crescendo cada vez mais o número de traders que apostam em mais quedas da criptomoeda.

Outro dado que corrobora com o aumento do pessimismo do mercado é o Crypto Fear & Greed Index, que busca medir o medo ou a ganância momentânea em relação ao BTC. Atualmente, o indicador está em 25, apontando um “medo extremo do mercado”.

O aumento das “apostas” de queda em operações com Bitcoin podem fazer com que a moeda desempenhe de fato movimentos de baixa. Em junho de 2019, quando o BTCUSD SHORTS atingiu um nível próximo ao visto atualmente, o Bitcoin, que acumulava cinco meses consecutivos de alta, desempenhou uma queda acima de 40% até dezembro do mesmo ano.

No fechamento desta matéria, o BTC estava sendo cotado a US$ 35.750, e um movimento parecido poderia colocar o preço da criptomoeda em aproximadamente US$ 22.000 – valores vistos pela última vez no início de dezembro deste ano.

Próximas movimentações do BTC

Conforme observado pelo analista de criptomoedas Valdrin Tahiri, o Bitcoin está em queda desde a última terça-feira (15), quando conseguiu se estabelecer acima de US$ 41.000.

A criptomoeda, apesar de ter conseguido romper uma linha de tendência de baixa estabelecida desde maio, não foi capaz de superar a resistência de US$ 41.250. Atualmente, o Bitcoin está caindo abaixo desta linha.

Caso a moeda consegua validar essa antiga resistência como suporte, um novo movimento de alta poderá ser esperado, com o seu preço indo novamente testar a resistência de US$ 41.250. Por outro lado, caso consiga romper esse valor, iria para US$ 44.755.

No entanto, existe a possibilidade de o preço continuar a cair até a próxima zona de suporte, que está em US$ 33.000. Para Vinícius Terranova, Head de Trading do BeInCrypto, um recuo para essa zona poderia levar o preço para patamares ainda mais baixos, possivelmente para a próxima zona de alta liquidez em US$ 23.000.

O artigo Traders apostam que Bitcoin cai mais e shorts atingem máxima de 2 anos foi visto pela primeira vez em BeInCrypto.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos