Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.801,21
    -1.775,35 (-1,44%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.195,43
    -438,48 (-0,85%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,11
    -0,04 (-0,06%)
     
  • OURO

    1.809,60
    -0,90 (-0,05%)
     
  • BTC-USD

    39.906,71
    +1.561,30 (+4,07%)
     
  • CMC Crypto 200

    977,06
    +50,30 (+5,43%)
     
  • S&P500

    4.402,66
    -20,49 (-0,46%)
     
  • DOW JONES

    34.792,67
    -323,73 (-0,92%)
     
  • FTSE

    7.123,86
    +18,14 (+0,26%)
     
  • HANG SENG

    26.426,55
    +231,73 (+0,88%)
     
  • NIKKEI

    27.584,08
    -57,75 (-0,21%)
     
  • NASDAQ

    15.077,50
    +4,00 (+0,03%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1183
    -0,0472 (-0,77%)
     

Trabalhadores de bancos e Correios ganham prioridade na vacinação contra COVID

·1 minuto de leitura

Nesta terça-feira, o Ministério da Saúde anunciou que bancários e funcionários dos Correios agora fazem parte de grupos prioritários da vacinação contra a COVID-19. Com isso, quase 600 mil pessoas devem receber as doses do imunizante.

A decisão aconteceu após protestos desses servidores para serem incluídos no programa de vacinação. Marcelo Queiroga, ministro da Saúde, revelou à imprensa que "a categoria dos bancários e dos servidores dos Correios e Telégrafos estão na linha de frente" e que "são muito importantes".

<em>Imagem: Reprodução/Elements/twenty20photos</em>
Imagem: Reprodução/Elements/twenty20photos

Queiroga revelou que as categorias enviaram relatórios ao Conass (Conselho Nacional de Secretários de Saúde) e ao Conasems (Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde), relatando que muitos profissionais estavam ficando doentes pela doença provocada pelo coronavírus.

O anúncio oficial, segundo o ministro, acontecerá na próxima sexta-feira (9), e as datas das aplicações das vacinas irá depender da organização de cada estado e cidade. Junto a Queiroga estavam Pedro Guimarães, Fausto Ribeiro e Floriano Peixoto, presidentes da Caixa, Banco do Brasil e Correios, respectivamente.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos