Mercado abrirá em 8 h 45 min
  • BOVESPA

    113.812,87
    +105,11 (+0,09%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.729,80
    -4,24 (-0,01%)
     
  • PETROLEO CRU

    90,24
    -0,26 (-0,29%)
     
  • OURO

    1.766,70
    -4,50 (-0,25%)
     
  • BTC-USD

    22.790,10
    -655,23 (-2,79%)
     
  • CMC Crypto 200

    541,79
    -15,94 (-2,86%)
     
  • S&P500

    4.283,74
    +9,70 (+0,23%)
     
  • DOW JONES

    33.999,04
    +18,72 (+0,06%)
     
  • FTSE

    7.541,85
    +26,10 (+0,35%)
     
  • HANG SENG

    19.852,92
    +89,01 (+0,45%)
     
  • NIKKEI

    28.947,81
    +5,67 (+0,02%)
     
  • NASDAQ

    13.500,00
    -23,25 (-0,17%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2115
    -0,0023 (-0,04%)
     

Camareira australiana choca seguidores ao dizer que ganha R$ 1.270 por dia

Trabalhadores FIFO são levados até os locais de trabalho pela empresa, onde são hospedados e alimentados
Trabalhadores FIFO são levados até os locais de trabalho pela empresa, onde são hospedados e alimentados
  • Lisa Bailey trabalha como camareira sobre o sistema FIFO;

  • Sua função é ajudar a manter as acomodações de mineradores;

  • Trabalhadora compartilha sua rotina no TikTok.

Uma trabalhadora australiana sob o sistema "fly-in-fly-out", também conhecido como FIFO, chocou seus seguidores na rede social TikTok com a revelação de quanto ganha por dia trabalhado.

Lisa Bailey, que coloca partes de seu dia a dia em sua conta no TikTok, trabalha sob esse esquema em um campo de mineração, realizando a limpeza dos dormitórios dos trabalhadores.

O trabalho FIFO é caracterizado pela contratação de trabalhadores para serviços em locais distantes, onde são transportados de avião para trabalharem, e depois são levados de volta.

Em seu vídeo, Bailey revelou que ganha 340 dólares australianos por dia, o que chocou muito dos espectadores do vídeo, que achavam que pelo fato de trabalhar sobre o FIFO, Bailey ganharia mais dinheiro.

Porém, de acordo com Lisa, o pagamento é baixo pois ela realiza um serviço não qualificado, afirmando que se ela tivesse alguma capacidade técnica ela ganharia muito mais.

De acordo com dados do Ministério do Trabalho australiano, o pagamento anunciado por Bailey está dentro da média salarial. Por ano, se Lisa trabalhar lá o ano inteiro, ela deve receber cerca de 85 mil dólares australianos (algo em torno de R$ 317 mil)

Os empregos FIFO na Austrália incluem mineiros, trabalhadores de hotelaria, e técnicos - como eletricistas e carpinteiros - operadores de máquinas, motoristas e faxineiros, com salários que podem chegar a 100 mil, ou até mesmo 135 mil no caso de trabalhadores mais especializados e experientes.

Em crescimento desde 1980 na Austrália graças aos aumentos na produção de gás natural, minério de ferro, cobre, ouro e petróleo, os trabalhos em FIFO costumam oferecer um salário considerado "generoso" no país, até mesmo para profissões que não necessitam de nenhum diploma.

Os internautas também fizeram outras perguntas para Lisa. Uma perguntou como ela conseguiu o emprego, e outra como ela conseguiu que seu namorado trabalhasse junto dela.

Segundo Lisa, o emprego foi graças a um anúncio no Facebook, começando a trabalhar quatro dias depois de se inscrever. Já sobre seu namorado, ela afirmou que quando soube da abertura da vaga ela o recomendou.

Por fim, afirmou que suas filmagens acontecem em dias mais leves e menos extenuantes. "Foi um dia fácil em comparação com alguns, foi assim que tive tempo para fazer algumas gravações", disse Bailey.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos