Mercado abrirá em 7 h 41 min

Toyota suspenderá operação de fábrica em Indaiatuba em outubro

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO (Reuters) - A Toyota anunciou nesta segunda-feira a suspensão da produção em sua fábrica de Indaiatuba (SP), onde fabrica o sedã Corolla, entre 13 e 22 de outubro, alegando falta de insumos.

"Apesar de todos os esforços que temos realizado ao longo do tempo para gerenciar a falta de insumos que afeta a cadeia de suprimentos global, provocada pela pandemia de Covid-19, uma nova parada é inevitável", afirmou a montadora, em nota.

Procurada pela Reuters, a companhia não respondeu de imediato quais materiais estão faltando.

A Toyota acrescentou que os empregados da unidade entrarão em férias coletivas no período, voltando ao trabalho em 25 de outubro. As demais unidades da Toyota no país - São Bernardo do Campo, Porto Feliz e Sorocaba - seguem com atividades normais.

No começo do mês, a montadora japonesa havia anunciado que sua planta de Sorocaba (SP) começaria a produzir em três turnos a partir de janeiro de 2022, na contramão de anúncios de cortes na produção de automóveis por causa da escassez de chips.

(Por Aluisio Alves)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos