Mercado abrirá em 8 h 38 min
  • BOVESPA

    107.664,35
    -786,85 (-0,73%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.102,55
    -339,66 (-0,75%)
     
  • PETROLEO CRU

    80,87
    -0,36 (-0,44%)
     
  • OURO

    1.669,90
    +1,30 (+0,08%)
     
  • BTC-USD

    19.426,42
    -96,35 (-0,49%)
     
  • CMC Crypto 200

    443,78
    -2,20 (-0,49%)
     
  • S&P500

    3.640,47
    -78,57 (-2,11%)
     
  • DOW JONES

    29.225,61
    -458,13 (-1,54%)
     
  • FTSE

    6.881,59
    -123,80 (-1,77%)
     
  • HANG SENG

    17.154,48
    -11,39 (-0,07%)
     
  • NIKKEI

    25.885,74
    -536,31 (-2,03%)
     
  • NASDAQ

    11.198,00
    -30,25 (-0,27%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2972
    -0,0008 (-0,02%)
     

Toyota promete 30 modelos de carros elétricos para 2030

·2 min de leitura
(Divulgação Toyota)
(Divulgação Toyota)
  • Em seu evento a empresa também divulgou 15 projetos de carros elétricos

  • Toyota planeja um investimento de R$ 397 bilhões em veículos elétricos até 2030

  • Segmento é o que mais cresce no setor automotivo, com aumento de vendas de 41% no último ano

Em seu evento nesta terça-feira, a Toyota revelou ao mundo seus planos para o futuro, informando que pretende investir 8 trilhões de ienes (R$ 397 bilhões) em carros elétricos até 2030, sendo metade deste valor em veículos a bateria (BEV, na sigla em inglês).

Durante o evento a montadora também apresentou 15 modelos de carros elétricos, que vão desde sedãs, compactos, SUVs e modelos de alto desempenho.

A companhia, no entanto, tem estimativas conservadoras quanto ao mercado. Segundo a montadora, devem ser vendidos 3,5 milhões de veículos BEVs até o final da década. Uma expectativa menor que as das rivais europeias.

Leia também:

A empresa também afirmou o planejamento de uma linha completa de 30 BEVs para serem lançados até 2030, além do investimento de 2 trilhões de ienes (R$ 99 bilhões) na produção de baterias.

A maior montadora do mundo também afirmou que, até 2030, toda sua divisão premium consistirá em carros elétricos na Europa, Estados Unidos e China. É neste ano também que a empresa pretende atingir a marca de 1 milhão de veículos elétricos vendidos por ano.

Segundo o presidente-executivo da empresa, Akio Toyoda, a empresa ainda busca uma estratégia em diversas áreas para reduzir a emissão de carbono de seus produtos. Dentre eles estão a fabricação de veículos híbridos e movidos a hidrogênio.

"Queremos deixar todas as pessoas com uma escolha e, em vez de onde ou no que vamos nos concentrar, vamos esperar um pouco mais até entendermos para onde o mercado está indo", disse Toyoda.

Apesar de ainda ser um mercado pequeno, a venda de veículos elétricos cresce rapidamente. Só em 2020 foram 41% a mais de emplacamentos em comparação ao ano passado.

Esse resultado ainda foi alcançado com as dificuldades globais sofridas pelo setor automotivo durante a pandemia.