Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.487,88
    +1.482,66 (+1,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.518,30
    +228,39 (+0,45%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,35
    +0,46 (+0,42%)
     
  • OURO

    1.845,10
    +3,90 (+0,21%)
     
  • BTC-USD

    29.201,47
    -1.066,95 (-3,52%)
     
  • CMC Crypto 200

    650,34
    -23,03 (-3,42%)
     
  • S&P500

    3.901,36
    +0,57 (+0,01%)
     
  • DOW JONES

    31.261,90
    +8,77 (+0,03%)
     
  • FTSE

    7.389,98
    +87,24 (+1,19%)
     
  • HANG SENG

    20.717,24
    +596,56 (+2,96%)
     
  • NIKKEI

    26.739,03
    +336,19 (+1,27%)
     
  • NASDAQ

    11.838,00
    -40,25 (-0,34%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1528
    -0,0660 (-1,26%)
     

Toyota terá fábrica bilionária de baterias elétricas

·3 min de leitura
Toyota construirá fábrica de baterias para carros elétricos de US$ 1,25 bilhão nos EUA (Getty Images)
Toyota construirá fábrica de baterias para carros elétricos de US$ 1,25 bilhão nos EUA (Getty Images)
  • Meta é fazer venda de carros elétricos representar metade das vendas automotivas até 2030

  • Toyota TM deve investir R$ 7,1 bilhões e criar 1.750 empregos

  • Nova fábrica será construída na Carolina do Norte em 2025

Atendendo ao plano ousado do presidente norte-americano Joe Biden - eleito há quase um ano, em dezembro de 2020 -, de que os veículos elétricos representem metade de todas as vendas automotivas até 2030, montadoras como a japonesa Toyota passaram a investir nas fábricas de baterias para carros elétricos. Para tal, governos estaduais e locais incentivos para instalações, que devem gerar mais de 1.750 empregos. A nova fábrica, que se chamará Toyota Battery Manufacturing, será construída na Carolina do Norte e está programada para iniciar a produção em 2025.

Leia também:

INVESTIMENTO QUE GERA LUCRO E EMPREGOS

O investimento da Toyota deve girar em torno de R$ 7,1 bilhões e criar 1.750 empregos, com uma nova fábrica de baterias para veículos elétricos na zona rural da Carolina do Norte, graças a um acordo de incentivos público recém-aprovado. Os governos estaduais e locais ofereceram um pacote de incentivos de mais de US$ 435 milhões ao longo de 20 anos se o projeto no condado de Randolph atingir as referências de investimento. Os empregos pagariam cerca de US$ 62.000 por ano em média, de acordo com projeções locais.

Randolph County fica em uma antiga região têxtil no centro do estado, conhecida por seu acesso a água em abundância e energia barata. De acordo com gerentes de desenvolvimento econômico local, as tarifas dos serviços públicos são até 30% menores do que a média nacional dos EUA.

O que é visto com bons olhos por parte dos moradores e governantes da Carolina do Norte, um raro estado do Sul sem uma grande produção de automóveis ou instalação de baterias para veículos elétricos. Como consequência, a localidade acabou ficando para trás em comparação com outros estados - como Carolina do Sul, Alabama, Geórgia, Tennessee e Kentucky, que ganharam destaque em uma região dos EUA que domina cada vez mais a produção de automóveis.

De acordo com o The Wall Street Journal, grupos estaduais e locais de desenvolvimento econômico na Carolina do Norte passaram uma década nivelando terras, movendo linhas de serviços públicos e anexando áreas para preparar um local de 1.825 acres pronto para escavação 25 milhas ao sul de Greensboro na esperança de aterrissar uma empresa automobilística. A Carolina do Norte perdeu repetidamente para estados com uma pegada de fabricação de automóveis, principalmente em 2018, quando a Toyota e a Mazda Motor Corp. mencionaram a proximidade com fornecedores de automóveis ao escolher o Alabama para uma fábrica de montagem de US $ 1,6 bilhão.

No início do outono, a Toyota disse que gastaria US$ 9 bilhões para construir fábricas de baterias (Ban Pho/Getty Images)
No início do outono, a Toyota disse que gastaria US$ 9 bilhões para construir fábricas de baterias (Ban Pho/Getty Images)

CARROS HÍBRIDOS VS. ELÉTRICOS

A Toyota - maior fabricante de automóveis do mundo em vendas de veículos - é, até então, uma das poucas grandes montadoras sem um carro totalmente elétrico em ampla distribuição nos EUA. Isso se deve ao fato de, internamente, os veículos híbridos gás-elétricos estarem à frente dos elétricos puros por conta da dificuldade de se fabricar e carregar baterias adequadas para os mesmos. Analistas dizem que os custos de energia são uma consideração importante para as instalações de baterias, porque usam até cinco vezes mais energia do que uma fábrica de automóveis típica.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos