Mercado abrirá em 7 h 2 min
  • BOVESPA

    112.611,65
    +1.322,47 (+1,19%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.466,02
    -571,03 (-1,12%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,12
    +0,51 (+0,59%)
     
  • OURO

    1.797,40
    +4,30 (+0,24%)
     
  • BTC-USD

    37.176,49
    +1.208,38 (+3,36%)
     
  • CMC Crypto 200

    842,22
    +22,71 (+2,77%)
     
  • S&P500

    4.326,51
    -23,42 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.160,78
    -7,31 (-0,02%)
     
  • FTSE

    7.554,31
    +84,53 (+1,13%)
     
  • HANG SENG

    23.606,45
    -200,55 (-0,84%)
     
  • NIKKEI

    26.739,15
    +568,85 (+2,17%)
     
  • NASDAQ

    14.122,00
    +135,25 (+0,97%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0293
    +0,0053 (+0,09%)
     

Toyota está pronta para lançar sistema operacional próprio para carros

·1 min de leitura

A Tesla deu o pontapé inicial, a General Motors seguiu o exemplo e agora a Toyota anunciou que planeja desenvolver seu próprio sistema operacional para carros.

Segundo Nikkei Asia, a ideia dos executivos da montadora japonesa é lançar o Arene no mercado até, no máximo, 2025. A partir daí, o leque se abrirá.

A reportagem revela que a Toyota não manterá o sistema operacional apenas para seus próprios veículo e também o disponibilizará para suas afiliadas, como a Subaru.

O sistema operacional próprio terá desde funções básicas até recursos bastante avançados, como as tecnologias de direção autônoma - algo que Tesla e GM também têm dado bastante atenção.

Central multimídia atual do Toyota Corolla (Imagem: Reprodução/Motor1)
Central multimídia atual do Toyota Corolla (Imagem: Reprodução/Motor1)

Como será o Toyota Arene?

Freios, acelerador, volante, sistemas de segurança e informações de tráfego e localização serão apenas algumas das funções que ficarão a cargo do Toyota Arene. Segundo o Nikkei Asia, todos os veículos com o sistema operacional, independentemente da marca ou modelo, terão acesso às funções compartilhadas.

Para superar a concorrência já existente, a Toyota quer aumentar a participação de especialistas em software em suas contratações de recém-formados em engenharia para entre 40% e 50% neste semestre, ante cerca de 20% anteriormente.

A imprensa japonesa ressaltou ainda que, embora a Toyota não tenha revelado abertamente o quanto vai investir no desenvolvimento de software, ela aparenta estar determinada a se inclinar mais nessa direção, ampliando o quadro de funcionários da área para até 18 mil colaboradores.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos