Mercado fechado

Toyota anuncia 1º veículo híbrido para Índia e outros mercados emergentes

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Por Aditi Shah

NOVA DELHI, Índia (Reuters) - A Toyota apresentou nesta sexta-feira seu primeiro carro híbrido para o mercado de massa da Índia. O modelo, um utilitário esportivo (SUV), traça um novo rumo para a montadora japonesa em um dos mercados de mais rápido crescimento do mundo.

O Urban Cruiser Hyryder, o primeiro carro a ser montado pela Toyota como parte de uma aliança global com a Suzuki, competirá com a Hyundai e a Kia em um segmento que responde pela maior parte das vendas de automóveis na Índia.

O novo modelo será um "divisor de águas" no espaço automotivo elétrico da Índia, disse Vikram Kirloskar, vice-presidente do conselho de administração da unidade local Toyota Kirloskar Motor, em um evento de lançamento em Nova Délhi.

A Toyota havia dito que seguiria a rota híbrida em mercados em desenvolvimento como a Índia e Brasil, onde a infraestrutura não está pronta para veículos elétricos.

Embora os chamados investidores verdes tenham criticado a Toyota, a maior montadora do mundo em vendas, pela lentidão na transformação integral do portfólio de produtos para modelos elétricos, a empresa disse que os híbridos fazem mais sentido em mercados onde precisa oferecer uma variedade de opções dependendo da matriz energética e necessidades locais.

No Brasil, por exemplo, a montadora produz dois modelos híbridos flex, que funcionam a bateria, gasolina e etanol. A montadota tem incentivado a tecnologia flex nos híbridos em mercados como a Índia, grande produtora de açúcar, como alternativa aos apelos por descarbonização.

No ano passado, a Toyota se comprometeu a gastar 60 bilhões de dólares até 2030 na eletrificação da linha de veículos, mas apenas metade disso é para o desenvolvimento de modelos totalmente elétricos.

O novo veículo, a ser fabricado na unidade da Toyota no Estado indiano de Karnataka, será vendido no país e em outros mercados globais, incluindo a África. A Suzuki venderá o veículo sob sua própria marca.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos