Mercado fechado

Total mira fatia em projeto eólico de US$ 7,4 bi no Reino Unido

William Mathis

(Bloomberg) -- A petroleira francesa Total está entre as finalistas para a compra de uma participação em um parque eólico offshore cujo desenvolvimento e operação podem custar mais de US$ 7 bilhões, segundo pessoas a par do assunto.

O passo é significativo porque destaca o crescente interesse das maiores produtoras de petróleo em ativos renováveis. Também seria a primeira instalação desse tipo no Reino Unido construída sem o apoio total do estado, o que torna o projeto mais arriscado em relação aos desenvolvidos até o momento.

A concessionária britânica SSE está desenvolvendo o parque eólico na seção da Escócia no Mar do Norte e busca parcerias para ajudar a arcar com custos e riscos.

Para a Total, a compra de uma participação no projeto Seagreen, de 1.075 megawatts, faz parte de sua ambição de desenvolver parques eólicos offshore na Europa, aumentando a concorrência com a Royal Dutch Shell no crescente mercado de ativos eólicos offshore.

Projetos de bilhões de dólares no mar tornaram-se especialidade de empresas europeias de energia que buscam capitalizar a transição energética global. Esses projetos são atraentes para petroleiras porque a escala e habilidades necessárias para construí-los são semelhantes aos de petróleo offshore.

Com a compra, a Total poderia adquirir experiência que a ajudaria a alcançar seu objetivo de participar dos próximos leilões públicos de energia eólica offshore.

A Total tem feito contratações no Reino Unido e Dinamarca para competir em leilões eólicos offshore nesses países. A empresa francesa tem participações em 3 gigawatts de capacidade de energia renovável e quer dobrar esse volume em 2020. A meta é chegar a 25 gigawatts em 2025.

A Total não quis comentar. A SSE confirmou que está interessada em vender uma participação no projeto, mas um porta-voz não forneceu detalhes do processo.

O projeto deve custar 5,7 bilhões de libras ao longo de sua vida útil.

Para contatar o editor responsável por esta notícia: Daniela Milanese, dmilanese@bloomberg.net

Repórter da matéria original: William Mathis em N York, wmathis2@bloomberg.net

Para entrar em contato com os editores responsáveis: Reed Landberg, landberg@bloomberg.net, Andrew Reierson

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2020 Bloomberg L.P.