Mercado abrirá em 1 h 3 min
  • BOVESPA

    122.937,87
    +1.057,05 (+0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.371,98
    +152,72 (+0,31%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,61
    +0,34 (+0,51%)
     
  • OURO

    1.869,90
    +2,30 (+0,12%)
     
  • BTC-USD

    45.549,64
    -136,02 (-0,30%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.272,76
    +74,84 (+6,25%)
     
  • S&P500

    4.163,29
    -10,56 (-0,25%)
     
  • DOW JONES

    34.327,79
    -54,34 (-0,16%)
     
  • FTSE

    7.060,42
    +27,57 (+0,39%)
     
  • HANG SENG

    28.593,81
    +399,72 (+1,42%)
     
  • NIKKEI

    28.406,84
    +582,01 (+2,09%)
     
  • NASDAQ

    13.376,75
    +73,25 (+0,55%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4443
    +0,0344 (+0,54%)
     

Toshiba nega proposta de US$20 bi da CVC, diz estar aberta a ofertas 'confiáveis'

Makiko Yamazaki e Ritsuko Ando
·1 minuto de leitura
.

Por Makiko Yamazaki e Ritsuko Ando

TÓQUIO (Reuters) - A Toshiba decidiu não avaliar a oferta de compra de 20 bilhões de dólares da CVC Capital Partners, afirmando que faltam detalhes. Ao mesmo tempo, a empresa acrescentou que está aberta a ofertas "confiáveis".

O conglomerado japonês disse que uma nova carta da CVC, que antes se oferecia para deslistar a Toshiba, não fornecia as informações necessárias para que a oferta pudesse ser avaliada. Segundo a Toshiba, a carta afirmava que a CVC "se afastaria para aguardar" a orientação da empresa japonesa.

"Esta carta não contém informações específicas e detalhadas aptas de serem avaliadas", disse a Toshiba. "O conselho concluiu que não é possível avaliá-la."

Não ficou claro se a carta da CVC significa que ela desistiu de sua oferta anterior. Um representante da CVC no Japão não quis comentar. Uma fonte da Toshiba disse que a carta significa que a proposta da CVC dificilmente seguirá adiante, já que a oferta do fundo nem foi solicitada.

A Toshiba disse que continuará a considerar e avaliar as ofertas confiáveis. Por enquanto, "ser uma empresa de capital aberto proporciona uma estrutura de capital estável", disse.

A empresa também negou que sua atual estrutura societária, com uma grande base de acionistas ativistas, tenha afetado negativamente seu valor corporativo.