Mercado fechado
  • BOVESPA

    109.725,43
    +1.711,96 (+1,58%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.718,25
    -104,98 (-0,20%)
     
  • PETROLEO CRU

    86,29
    -0,67 (-0,77%)
     
  • OURO

    1.840,80
    -2,40 (-0,13%)
     
  • BTC-USD

    42.979,48
    +1.141,70 (+2,73%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.021,37
    +26,11 (+2,62%)
     
  • S&P500

    4.549,25
    +16,49 (+0,36%)
     
  • DOW JONES

    35.146,98
    +118,33 (+0,34%)
     
  • FTSE

    7.585,01
    -4,65 (-0,06%)
     
  • HANG SENG

    24.952,35
    +824,50 (+3,42%)
     
  • NIKKEI

    27.772,93
    +305,70 (+1,11%)
     
  • NASDAQ

    15.123,50
    +90,00 (+0,60%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1325
    -0,0349 (-0,57%)
     

Torcedores enfrentam filas e burocracia para voltar ao Brasil depois da final da Libertadores

·2 min de leitura



Para alguns torcedores a final da Copa Libertadores ainda não terminou. Isso porque muitos deles iniciaram suas sagas para deixar Montevidéu e retornar ao Brasil neste domingo, dia seguinte da vitória do Palmeiras sobre o Flamengo. As burocracias para a tão sonhada volta ao território brasileiro e o alto volume de pessoas geraram filas em laboratórios e no aeroporto.

A reportagem do LANCE!, ainda na capital uruguaia, também precisou ir atrás dos procedimentos para retornar ao Brasil, entre eles o exame de Covid-19 que é obrigatório para esse regresso. Caso o teste seja o RT-PCR, é preciso de um resultado de até 72h antes do horário do embarque. Se a opção for pelo teste de antígeno, a exigência é que o resultado seja com até 24h de antecedência.

No entanto, aquilo parecia ser algo simples de resolver, acabou sendo uma epopeia, não apenas para a reportagem do LANCE!, mas também para os torcedores que ainda estão em Montevidéu. Os locais que fazem os exames em um domingo estavam lotados, com longas filas e não garantiam o resultado do teste a tempo do embarque, mesmo que o de antígeno fosse o mais rápido.

O laboratório do Aeroporto de Carrasco acabou sendo a opção mais segura e garantida para poder voltar ao Brasil sem problemas burocráticos. Mas lá, no local de saída dos voos, pôde ser observado um outro problema: as longas filas para o check-in. Foram vários os relatos de adiamentos e cancelamentos, que levaram muita gente a ter que buscar lugares para ficar até a madrugada.

A reportagem do LANCE! chegou a presenciar um princípio de confusão no aeroporto quando passageiros, na maioria torcedores do Flamengo, receberam a notícia de que o voo deles seria mais uma vez adiado. Os funcionários da companhia aérea e do próprio aeroporto controlaram os ânimos, mas por prevenção a polícia foi chamada para garantir a ordem no local.

Para quem ainda estiver em Montevidéu e voltará nas próximas horas ou dias, é bom ficar atento às obrigações para o retorno ao Brasil. Confira:

- Teste de Covid-19 RT-PCR com até 72h antes do embarque ou Teste de antígeno com até 24 horas antes do embarque;

- Preenchimento do DSV (Declaração de Saúde do Viajante).

Ambos os documentos serão pedidos no momento do check-in e podem ser apresentados no formato PDF, no celular.

Laboratório de Covid - Montevidéu
Laboratório de Covid - Montevidéu

Foto de laboratório lotado (Foto: Alexandre Guariglia / LANCE!)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos