Mercado fechado
  • BOVESPA

    128.405,35
    +348,13 (+0,27%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.319,57
    +116,77 (+0,23%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,50
    +0,46 (+0,65%)
     
  • OURO

    1.763,90
    -10,90 (-0,61%)
     
  • BTC-USD

    35.636,97
    -2.023,85 (-5,37%)
     
  • CMC Crypto 200

    886,32
    -53,62 (-5,70%)
     
  • S&P500

    4.166,45
    -55,41 (-1,31%)
     
  • DOW JONES

    33.290,08
    -533,37 (-1,58%)
     
  • FTSE

    7.017,47
    -135,96 (-1,90%)
     
  • HANG SENG

    28.801,27
    +242,68 (+0,85%)
     
  • NIKKEI

    28.964,08
    -54,25 (-0,19%)
     
  • NASDAQ

    14.103,00
    -62,50 (-0,44%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0361
    +0,0736 (+1,23%)
     

Top 5 criptomoedas que mais subiram após a correção do Bitcoin

·4 minuto de leitura

Destacamos as cinco criptomoedas que melhor se recuperaram da grande queda vista em praticamente todo o mercado cripto na última quarta-feira (19).

Dia 20 de maio será lembrado negativamente pelos entusiastas das criptomoedas. Foi a maior desvalorização geral do mercado desde o início da pandemia do covid-19, no final de março de 2020.

Após meses de alta, conseguindo alcançar novas máximas históricas, o Bitcoin (BTC) já dava sinais de entrar em uma tendência de baixa, ao menos no curto prazo. A criptomoeda estava encaminhando o seu quinto dia consecutivo de queda na esteira de recentes declarações de Elon Musk.

Entretanto, muitos traders e investidores foram pegos de surpresa com o movimento visto na quarta-feira. O ativo despencou mais de 30% durante o dia, ficando abaixo dos US$ 30.000 pela primeira vez desde o fim de janeiro. Um dos motivos da grande desvalorização foi a recente proibição que a China reiterou a bancos e empresas de pagamento em relação às criptomoedas.

Quedas maiores foram vistas em diversas altcoins, como Ethereum (ETH) e Cardano (ADA), que afundaram mais de 50% em poucas horas. Entretendo, o mercado como um todo parece estar se recuperando.

Desde a mínima na região de US$ 29.000 no gráfico de 15 minutos, o Bitcoin já valorizou mais de 40%. No fechamento da matéria, é negociado acima dos US$ 40.000. Outras criptomoedas estão desempenhando altas ainda maiores.

Da mesma forma que a queda generalizada prejudicou vários investidores, o momento acabou sendo uma oportunidade de obter lucro com a volatilidade. Confira, a seguir, as cinco criptomoedas que trazem os melhores desempenhos desde o crash.

Internet Computer (ICP)

A Internet Computer lidera o ranking do CoinMarketCap de criptomoedas com a maior valorização das últimas 24 horas, subindo mais de 30% desde então.

O token, que é novo no mercado, chegou a cair mais de 40% na quarta-feira. Entretanto, um grande movimento de alta foi visto nas últimas horas, com a moeda chegando a subir mais de 130%, saltando dos US$ 92 para mais de US$ 225.

Desde então, o ativo tem recuado, negociado a US$ 167,50 no fechamento do texto. Também vale lembrar que, apesar da grande recuperação, a moeda está bem longe da sua máxima histórica de US$ 700 realizada no dia 10 de maio.

Nano (NANO)

A Nano assume a segunda posição, tendo atualmente uma valorização de 26% nas últimas 24 horas. Como é possível ver no gráfico diário, a moeda conseguiu atingir um topo maior nesta quinta-feira (20) do que a máxima do dia anterior, antes de o mercado desabar.

Após uma queda de mais de 50%, a moeda conseguiu subir quase 130% desde a mínima do dia anterior. Atualmente, seu preço está cotado em aproximadamente US$ 9.

Filecoin (FIL)

A FIL já estava em um forte movimento de queda desde o início de maio, que se intensificou ainda mais com a queda geral do criptomercado. O token chegou a desvalorizar mais de 45% em apenas algumas horas.

No entanto, aqueles que conseguiram adquirir o ativo no fundo da queda possuem motivos para celebrar. A FIL subiu chegou a subir mais de 70% desde então, saltando dos US$ 54 para um valor acima dos US$ 95.

Com isso, a moeda possui uma valorização de 24% nas últimas 24 horas, negociada no fechamento da matéria por US$ 87,30.

Waves (WAVES)

Conforme visto no gráfico diário, um grande candle de queda foi formado na quarta-feira na movimentação de preço da Waves, com a criptomoeda caindo mais de 50% no dia. No entanto, o ativo conseguiu se recuperar de maneira substancial, valorizando aproximadamente 19% nas últimas 24 horas.

A valorização é ainda maior se considerarmos a máxima local de US$ 28 registrada nesta quinta-feira em relação à mínima do dia anterior, de aproximadamente US$ 13,77 – uma alta acima dos 100%.

O ativo sofreu um recuo nas últimas horas, sendo cotado a US$ 24,10 atualmente.

Monero (XMR)

A Monero conseguiu o quinto lugar na lista das criptomoedas que mais valorizaram nas últimas 24 horas, com uma alta de 13,25%. O ativo sofreu a maior queda entre as moedas citadas até então na quarta-feira, desvalorizando mais de 60%.

Apesar de estar longe da máxima do dia anterior, a moeda chegou a valorizar mais de 120%, saltando de US$ 131, fundo da queda, para a o recente topo de US$ 290. Desde então, a XMR tem recuado, negociada a US$ 261 no fechamento da matéria.

O artigo Top 5 criptomoedas que mais subiram após a correção do Bitcoin foi visto pela primeira vez em BeInCrypto.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos