Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.953,90
    +411,95 (+0,42%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.743,15
    +218,70 (+0,46%)
     
  • PETROLEO CRU

    108,46
    +2,70 (+2,55%)
     
  • OURO

    1.812,90
    +5,60 (+0,31%)
     
  • BTC-USD

    19.037,93
    -258,46 (-1,34%)
     
  • CMC Crypto 200

    420,84
    +0,70 (+0,17%)
     
  • S&P500

    3.825,33
    +39,95 (+1,06%)
     
  • DOW JONES

    31.097,26
    +321,83 (+1,05%)
     
  • FTSE

    7.168,65
    -0,63 (-0,01%)
     
  • HANG SENG

    21.859,79
    -137,10 (-0,62%)
     
  • NIKKEI

    25.935,62
    -457,42 (-1,73%)
     
  • NASDAQ

    11.610,50
    +81,00 (+0,70%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5587
    +0,0531 (+0,96%)
     

Tombo do iene pode abrir espaço para BC do Japão ajustar política monetária

Homem de máscara protetora passa pela sede do Banco do Japão em meio ao surto de Covid-19 em Tóquio

Por Leika Kihara e Yoshifumi Takemoto

TÓQUIO (Reuters) - A decisão do Banco do Japão de defender seu teto de rendimento tem recebido críticas de investidores, que apostam que a instituição pode ceder às forças do mercado global, abrindo pequena chance de ajuste em sua política monetária no curto prazo.

Embora poucos esperem que o banco central faça uma mudança na sexta-feira em sua política de controle da curva de juros, que orienta o rendimento do título do governo japonês de dez anos em torno de 0%, quedas acentuadas no iene estão deixando algumas autoridades ansiosas.

As quedas têm sido motivadas, em parte, pelos esforços agressivos do banco para defender um teto implícito de 0,25% para a meta do rendimento de dez anos.

Cinco autoridades do governo e fontes familiarizadas com o pensamento do banco central dizem que a chave para sua ação na reunião de sexta-feira pode ser até onde o iene cairá ante as atuais mínimas de 24 anos, podendo representar um risco grande o suficiente para justificar resposta de política monetária.

"Os bancos centrais não visam as taxas de câmbio na condução da política monetária", disse uma das fontes. "Mas o iene vem caindo em ritmo tão acentuado que está prejudicando a economia, o que merece atenção."

Uma segunda fonte ecoou essa visão.

"Esperamos que o Banco do Japão dê algum tipo de passo na reunião de sexta-feira", disse um funcionário do governo à Reuters, falando sob condição de anonimato.

"É difícil pensar que o banco não fará nada quando o Federal Reserve dos EUA pode aumentar os juros em 75 pontos-base."

A analista veterana do banco central japonês Naomi Muguruma espera que autoridade monetária mantenha seu posicionamento na sexta-feira, mas disse que a instituição pode aumentar seu limite de rendimento de 0,25% para 0,50% se o governo pedir ajuda para conter quedas acentuadas do iene.

Tal aumento no limite de rendimento seria acompanhado por uma intervenção de compra de ienes por parte do governo.

"Este é um cenário de risco caso o iene continue caindo, e está claro que os movimentos estão prejudicando o sentimento corporativo e doméstico", disse ela.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos