Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.941,68
    -160,31 (-0,15%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.599,38
    -908,97 (-1,73%)
     
  • PETROLEO CRU

    86,29
    -0,61 (-0,70%)
     
  • OURO

    1.836,10
    -6,50 (-0,35%)
     
  • BTC-USD

    35.375,61
    -3.493,16 (-8,99%)
     
  • CMC Crypto 200

    870,86
    +628,18 (+258,85%)
     
  • S&P500

    4.397,94
    -84,79 (-1,89%)
     
  • DOW JONES

    34.265,37
    -450,02 (-1,30%)
     
  • FTSE

    7.494,13
    -90,88 (-1,20%)
     
  • HANG SENG

    24.965,55
    +13,20 (+0,05%)
     
  • NIKKEI

    27.522,26
    -250,67 (-0,90%)
     
  • NASDAQ

    14.411,00
    -430,00 (-2,90%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1900
    +0,0599 (+0,98%)
     

Tombo dos títulos do Tesouro dos EUA gera êxodo de ETF

·2 min de leitura

(Bloomberg) -- Diante da disparada dos rendimentos dos títulos do Tesouro americano, os investidores estão abandonando um dos maiores fundos negociados em bolsa que acompanham esses papéis.

Most Read from Bloomberg

Só na segunda-feira, saíram quase US$ 1,2 bilhão do ETF (exchange-traded fund) iShares 20+ Year Treasury Bond (TLT), que detinha US$ 18 bilhões. Foi a terceira maior saída desde seu lançamento, em 2002, de acordo com dados compilados pela Bloomberg. O ETF se desvalorizou na terça-feira após registrar a maior perda desde março, enquanto o rendimento do título público com prazo de 30 anos permanece acima de 2%.

A onda de vendas é estimulada pelo volume de emissões de títulos corporativos com grau de investimento -- investidores frequentemente se livram de papéis do Tesouro para abrir espaço para novos instrumentos -- e pela melhora das perspectivas para ativos de risco, afirmou Peter Chatwell, da Mizuho International. O S&P 500 bateu recorde no primeiro pregão de 2022, embalado por apostas na força da economia americana.

“Com a visão consensual de que as ações e os rendimentos dos títulos de longo prazo vão subir, o mercado agora está precificando isso”, disse Chatwell, estrategista-chefe multiativos da Mizuho. “TLT dificilmente terá um bom desempenho a menos que ou até que o apetite por risco azede.”

TLT recuou mais 0,4% na terça-feira e atingiu a menor cotação desde outubro. As bolsas continuaram avançando e o S&P 500 subiu 0,4%.

Enquanto o TLT perde dinheiro, os fundos negociados em bolsa que tendem a se beneficiar da alta de rendimentos atraíram aplicações. O Financial Select Sector SPDR Fund (código XLF), com US$ 46 bilhões, absorveu US$ 1,1 bilhão, seu maior influxo diário desde fevereiro. Com isso, o ETF subiu 1,2%.

Para Chatwell, a dinâmica de inflação e o apetite por risco vão esfriar no segundo trimestre, aliviando a pressão sobre TLT. No entanto, os investidores de renda fixa nos EUA devem se preparar para mais perdas antes que isso aconteça.

“Quando a perspectiva para as ações fica mais equilibrada, então o ganho gerado pelas ações em comparação com os títulos ganha muita importância”, disse Chatwell. “A essa altura, TLT terá espaço para valorização, mas antes disso, será difícil gerar retorno positivo.”

Most Read from Bloomberg Businessweek

©2022 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos