Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.541,95
    -1.079,62 (-1,08%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.524,45
    -537,16 (-1,12%)
     
  • PETROLEO CRU

    105,92
    +0,16 (+0,15%)
     
  • OURO

    1.805,60
    -1,70 (-0,09%)
     
  • BTC-USD

    18.864,31
    -1.369,76 (-6,77%)
     
  • CMC Crypto 200

    404,82
    -26,65 (-6,18%)
     
  • S&P500

    3.785,38
    -33,45 (-0,88%)
     
  • DOW JONES

    30.775,43
    -253,88 (-0,82%)
     
  • FTSE

    7.169,28
    -143,04 (-1,96%)
     
  • HANG SENG

    21.859,79
    -137,10 (-0,62%)
     
  • NIKKEI

    26.393,04
    -411,56 (-1,54%)
     
  • NASDAQ

    11.498,00
    -31,50 (-0,27%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5056
    +0,0950 (+1,76%)
     

Todos os jogos retrô do PS Plus Deluxe

O plano Deluxe do PS Plus trouxe para o catálogo de assinatura do serviço da Sony algumas dezenas de jogos retrô das gerações do PlayStation original (PS1), PlayStation 2 (PS2) e até do PlayStation Portable (PSP). Alguns exemplos são Jak & Daxter: The Precursor Legacy, Resident Evil: Director’s Cut, Rogue Galaxy e Tekken 2.

A coleção é a chance perfeita para os donos de PlayStation 4 e PlayStation 5 conhecerem os jogos originais de estúdios como Naughty Dog, de The Last of Us, e Bend Studio, de Days Gone. Parte dos games incluídos no catálogo são remasterizações ou remodelações para os consoles mais recentes da Sony. Por essa razão, alguns títulos ganharam troféus e novos gráficos em resolução 1080p.

A seguir, conheça o catálogo de jogos retrô disponíveis no PS Plus Deluxe. Vale lembrar que o plano disponibilizado para jogadores brasileiros não entrega acesso a títulos de PS3, disponíveis apenas no pacote Premium em outros países. Caso não tenha uma assinatura do serviço, é possível comprar os jogos da lista, separadamente, na PlayStation Store.

36. Ape Escape (PS1, 1999)

Uma horda de macacos roubou a máquina do tempo do Professor e viajou pela história para alterar o passado e garantir que os animais governem o mundo. Essa é a história de Ape Escape, que coloca o jogador no papel de Spike e sua coleção de dispositivos para salvar o dia.

Em 20 níveis, o jogo apresenta jogabilidade frenética, mini jogos bônus de corridas de esqui e boxe, além de centenas de referências à cultura pop. A aventura foi desenvolvida pelo Japan Studio da Sony, atual Team Asobi (Astro's Playroom)

35. Ape Escape 2 (PS2, 2003)

Ape Escape 2, lançado originalmente no PS2, conta com renderização dos gráficos e troféus. A sequência é focada em Hikaru, que precisa encontrar os primatas antes que eles dominem o mundo.

A aventura combina gameplay envolvente com momentos hilários. Veículos e equipamentos de captura de macacos mais sofisticados estão de volta, ao lado de três mini games.

34. Arc The Lad: Twilight of the Spirits (PS2, 2003)

Arc the Lad: Twilight of the Spirits é um RPG tático desenvolvido pela Cattle Call (Metal Max) e publicado pela Sony Computer Entertainment (SIE). A aventura é a sexta entrada da série Arc the Lad, e o primeiro jogo da série feito em 3D.

A história se desenvolve em um enredo intenso e envolvente à medida que o jogador descobre reviravoltas. São mais de 14 personagens disponíveis - cada um com suas próprias habilidades, feitiços, armas, qualidades e ataques especiais únicos

33. Dark Cloud (PS2, 2001)

Dark Cloud é uma série de RPG desenvolvida pela Level-5, de Ni No Kuni, com elementos de ação. Na trama, dois grandes continentes, um em uma avançada civilização impulsionada pela tecnologia e outro servindo à natureza como o centro de toda a existência, entram em conflito.

O jogador controla seis membros da equipe, cada um com suas habilidades, armas, capacidades e forças únicas.

32. Toy Story 2 (PS1, 2000)

Como o herói espacial Buzz, o jogador deve resgatar Woody das garras de um colecionador de brinquedos ganancioso. A jogabilidade 3D com os personagens do filme se passa em 15 fases repletas de cores e ação.

31. echochrome (PSP, 2008)

echochrome apresenta exercícios mentais para o jogador. Alimente o cérebro e exercite a imaginação enquanto enfrenta quebra-cabeças ópticos e caóticos labirintos 3D. A jogabilidade exige pensamento rápido para passar por cada nível, criar novos caminhos e evitar ficar sem saída.

30. Fantavision (PS2, 2000)

Fantavision é um dos jogos de lançamento do PlayStation 2. Desenvolvido e publicado pela Sony Computer Entertainment, o título é um game de quebra-cabeça em tempo real envolvendo fogos de artifício.

A jogabilidade une ação, tiro e estratégia. Combine uma imensa variedade de chamas e outros efeitos especiais para criar reações em cadeia explosivas.

29. Hot Shots Golf (PS1, 1997)

O título que faz parte da série de jogos de golfe publicados pela Sony, ganhou renderização aprimorada e troféus no PS Plus. Entre na loucura do golfe e encare um elenco de personagens coloridos. Escolha um golfista de uma variedade de rostos e jogue uma partida em alguns campos difíceis, em modos de jogo como torneio e partida.

28. Hot Shots Tennis (PS2, 2007)

Repleto da personalidade, Hot Shots coloca o jogador para enfrentar um grupo seleto de esportistas de tênis, controlado pela máquina ou em partidas de duplas para 4 pessoas. São 13 Hot Shots para escolher e 11 quadras exóticas para jogar.

27. I.Q Intelligent Qube (PS1, 1997)

I.Q O Intelligent Qube é um teste de inteligência e agilidade. O jogador deve controlar um personagem que corre ao redor de uma plataforma cheia de cubos, capturando alguns que se aproximam. Seu objetivo é destruir os cubos mortais enquanto eles rolam incansavelmente na sua direção.

26. Jak & Daxter: The Precursor Legacy (PS2, 2001)

Desenvolvido pela Naughty Dog (The Last of Us, Uncharted), Jak & Daxter: The Precursor Legacy é um jogo de plataforma, com mecânicas de ação e tiro. Explore um mundo de magia, aventura e descoberta, onde panoramas vastos e personagens exóticos levam o jogador a lugares além da imaginação.

25. Jak II (PS2, 2003)

Jak está de volta nesta sequência da franquia. Com as consequências do primeiro jogo, o protagonista desperta um lado sombrio incontrolável. Junto com seu amigo de confiança, Daxter, solte os poderes malignos sobre vários inimigos e presencie incríveis transformações. Mais uma vez, Jak está equipado com armas poderosas, um jetboard de alta tecnologia, uma roupa mecânica impenetrável e diversos veículos.

24. Jak 3 (PS2, 2004)

No fechamento da trilogia da Naughty Dog, Jak e seu fiel companheiro Daxter são lançados em um deserto implacável, onde a sobrevivência do mais forte adquire um novo significado. A aventura mistura ação e mecânicas de tiro em terceira pessoa de plataforma em um mundo aberto. Com armas, equipamentos e veículos potentes, Jak também descobre que surge um novo poder dentro dele: a capacidade de equilibrar seu lado obscuro e seu lado iluminado.

As perguntas sobre os misteriosos precursores, o mítico Mar, o destino do mundo e o próprio enigmático Jak serão respondidas conforme a aventura se desenvolve.

23. Jak X: Combat Racing

Jak X é o derivado de combate veicular de 2005 desenvolvido pela Naughty Dog e publicado pela SIE. Na trama, Jak e Daxter recebem um convite para Kras City. Lá, os protagonistas descobrem que foram envenenados pelo sinistro Krew, que dá um ultimato aos dois: eles só receberão o antídoto para o veneno se correrem por ele no próximo grande campeonato de Kras City.

Assim, Jak e seus amigos são forçados a participar da maior competição de corrida do planeta por suas próprias vidas contra os melhores pilotos do mundo.

22. Jumping Flash (PS1, 1995)

Jumping Flash é uma aventura de plataforma em primeira pessoa. Um dos títulos de lançamento do PlayStation original, o game faz o jogador saltar e pular freneticamente. Na história, você controla um grande coelho robótico conhecido como um Robbit, enfrentando um cientista louco que extrai pedaços de um belo planeta.

21. Mr. Driller (PS1, 1999)

Mr. Driller é uma franquia de videogame de quebra-cabeça criada por Yasuhito Nagaoka e Hideo Yoshizawa para a Namco. Atue como o herói, Susumu Hori, e use sua furadeira para cavar um caminho pelos blocos nesse jogo de ação e puzzle.

20. Oddworld (PS1, 1997)

Na estreia do universo de Oddworld, da desenvolvedora Oddworld Inhabitants, o jogador deve enfrentar desafios de plataforma para salvar a raça dos Mudokons. Escolhido pelo destino, Abe é o protagonista catapultado para uma vida de aventura ao ouvir, por acaso, os terríveis planos do seu chefe, Molluck, o Glukkon. Este quer salvar o seu império de empacotamento de carne decadente e, para isso, quer transformar Abe e os restantes Mudokons em iguarias.

19. Okage Shadow King (PS2, 2001)

Okage é um RPG desenvolvido em parceria da Sony com a Zener Works (Dragon Quest: Monster Parade). O título apresenta o protagonista Ari e seus amigos embarcando em uma jornada por um mundo excêntrico de animação. Nessa luta entre o bem e o mal, luz e trevas, administre sua equipe com atenção ou fique refém do espírito do rei maléfico para todo o sempre.

18. Primal (PS2, 2003)

Primal foi desenvolvido pela SIE como um jogo de ação, aventura e demônios. A trama acompanha Jennifer Tate, uma adolescente órfã que procura pelo seu namorado numa dimensão controlada por seres do inferno.

17. Red Faction (PS2, 2001)

Com mecânicas de tiro e ação, a série Red Faction revolucionou os jogos com a tecnologia Geo-Mod, a habilidade de alterar e destruir completamente o ambiente em tempo real. O primeiro jogo apresenta 5 veículos controláveis, 15 armas de destruição em massa e a ambientação em Marte no meio de uma praga mortal e uma rebelião.

16. Red Faction II

Cinco após a revolta em Marte, a sequência de Red Faction aposta novamente no caos. O jogador deve defender o país de origem como Alias, um especialista em demolições, com a ajuda dos cinco membros de uma equipe especializada em destruição. Mais uma vez, você luta em diversos níveis, conduz veículos e usa um arsenal de armas especializadas e fortes explosivos para derrotar o governo.

15. Resident Evil: Director’s Cut (PS1, 1998)

Resident Evil Director’s Cut apresenta redentização, salvamento rápido e filtros de vídeo para a aventura de terror e sobrevivência originalmente lançada no PlayStation. A narrativa acompanha a investigação do Departamento de Polícia de Raccoon City de uma série de assassinatos bizarros. A trama sofre uma reviravolta quando a equipe de elite S.T.A.R.S. fica presa numa tenebrosa mansão no coração das Montanhas Arklay, cheia de feras raivosas, armadilhas mortais e mistérios ocultos. Será que você vai sobreviver?

14. The Mark of Kri (PS2, 2002)

The Mark of Kri é um jogo de ação e aventura desenvolvido pela San Diego Studio. Acompanhe Rau, um guerreiro heróico, que embarca em uma jornada cheia de magia. Acompanhado por seu leal amigo, um pássaro chamado Kuzo, Rau deverá enfrentar vários inimigos nas terras próximas e distantes para revelar a verdade sobre os segredos sombrios de sua família.

The Mark of Kri foi renderizado a 1080p, além de ganhar troféus e recursos adicionais aprimorados, como Share Play.

13. Rise of the Kasai (PS2, 2005)

Rise of the Kasai é um jogo de ação exclusivo do PlayStation 2. O título é a introdução e a sequência de The Mark of Kri. A história desenrola a luta para impedir que a magia negra do Kri se espalhe. Quatro personagens que podem ser escolhidos, cada um com suas próprias armas imponentes e combinações fatais.

A jogabilidade colaborativa junta o jogador a outro guerreiro, fazendo o trabalho em equipe ser fundamental durante o reconhecimento, planejamento e luta em incríveis ambientes em 3D.

12. Rogue Galaxy (PS2, 2006)

Rogue Galaxy é outro RPG de ação desenvolvido pela Level-5, de Ni No Kuni. O jogador encarna um pirata espacial nesta aventura tradicional de interpretação de papéis e foco em narrativa. A jogabilidade ainda envolve combate em tempo real, oito personagens jogáveis e mais de 100 horas de jogo.

11. Siren (PS2, 2004)

Primeiro game de terror da lista, SIREN ganhou renderização aprimorada e troféus no PS Plus. Jogue como um dos dez personagens presos em uma vida de pesadelos. Você tem três dias para descobrir como seus caminhos se cruzam enquanto tenta permanecer vivo. A sobrevivência depende da sua habilidade em “pressentir” ou do poder de ver através dos olhos de amigos e inimigos. Não há nenhum herói. Há pouca esperança.

10. Star Wars: Bounty Hunter (PS2, 2002)

Controle Jango Fett em uma missão para capturar um Jedi enlouquecido. Armado com um conjunto de armas e habilidades mortais, o personagem deve enfrentar a escória galáctica nos recantos mais escuros do universo Star Wars. Bounty Hunter conta com renderização 1080p e troféus, além de recursos adicionais como Share Play, Remote Play, Activity Feeds e compatibilidade Second Screen.

9. Star Wars: Jedi Starfighter (PS2, 2002)

Jogo de ação desenvolvido pela extinta LucasArts, Jedi Starfighter tem mais de 20 missões planetárias e no espaço extragaláctico. Com opções de jogo colaborativo para todas as missões e modos, a aventura tem cenários exclusivos, com íngremes montanhas, enormes bases e campos de asteroides.

8. Star Wars: Racer Revenge (PS2, 2002)

Jogo de corrida da franquia Star Wars do PS2, Racer Revenge também conta com renderização 1080p e troféus, além de recursos adicionais. Na aventura, o jogador entra em uma competição contra 18 dos mais agressivos e rancorosos Podracers do universo. São 13 pistas em 5 mundos para correr com um Podracer.

7. Syphon Filter (PS1, 1999)

Originalmente lançado no PS1, esse jogo de ação da Bend Studio (Days Gone) conta com nova renderização, opção de retroceder, salvamento rápido e filtros de vídeo personalizados. Syphon Filter foi sucesso em 1999, apresentando a primeira aventura clássica de Logan, que deve usar furtividade, reconhecimento e combate para rastrear o caminho do vírus que dá nome ao jogo.

6. Tekken 2 (PS1, 1995)

Jogo de luta, Tekken 2 segue os passos do antecessor com 25 personagens. É possível reviver esse clássico dos fliperamas no PS Plus com nova renderização, opção de retroceder, salvamento rápido e filtros de vídeo personalizados.

No título, lutadores do mundo todo se juntam no King of Iron Fist Tournament em busca de fama e glória. Escolha um dos personagens, domine suas técnicas e vença seu oponente enquanto batalha para receber o título do campeonato.

5. War of the Monsters (PS2, 2003)

Monstros de mais de 30 metros de altura invadiram o mundo, causando pânico e desespero. Nos controles, o jogador compõe uma batalha selvagem nessa aventura de ação. São 10 criaturas altamente poderosas que atacam em 13 ambientes totalmente destrutíveis. Até dois jogadores podem correr por cidades, escalar arranha-céus e saltar de telhados no jogo com aumento na renderização e troféus.

4. Wild Arms (PS1, 1997)

No RPG Wild Arms, o jogador assume o controle de um grupo com um guerreiro, uma princesa e um exilado, que cruzam os confins de Filgaia em uma busca de relíquias antigas que podem salvar o mundo. A aventura foi melhorada com nova renderização, opção de retroceder, salvamento rápido e filtros de vídeo personalizados.

3. Wild Arms 3 (PS2, 2002)

Wild Arms 3 foi o primeiro jogo da série a chegar no Playstation 2, além de adotar gráficos 3D. A trama é mais densa, com terras devastadas e um mundo agonizante. A versão do título está disponível no PS Plus com renderização aprimorada e troféus.

2. Worms Armageddon (PS1, 1999)

Armageddon apresenta os combates bélicos de estratégia baseados em turnos com as minhocas da franquia. São mais de 55 armas e ferramentas, incluindo terramotos, gelos e ataques de ovelhas. Worms Armageddon foi melhorado com qualidade gráfica superior, função rebobinar, gravação rápida e filtros de vídeo personalizados.

1. Wormd World Party (PS1, 2001)

Mais de 20 missões multijogador para até 6 pessoas formam a aventura caótica de WWP. São 1.000 estilos de jogo diferentes em que jogadores podem participar de missões cooperativas.

Com informações de: PlayStation Store

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos