Mercado fechará em 4 h 55 min

“Todos deveriam se preocupar”, diz economista dos EUA sobre crise

O economista conselheiro de Donald Trump Kevin Hassett está deixando o governo após atuar na resposta à crise do COVID-19. (Foto: Alex Wong/Getty Images)

O economista Kevin Hassett, um dos principais conselheiros econômicos da Casa Branca e do governo do presidente americano Donald Trump, soou um aviso de alerta em uma entrevista ao jornal The Washington Post publicada nesta segunda-feira (22): “todos deveriam estar preocupados” com os efeitos da crise econômica que serão sentidos por conta da pandemia do COVID-19 no mundo inteiro. Segundo Hassett, este será um “choque como nunca se viu antes”. 

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News 

Por outro lado, na contramão, ele diz que os indicadores econômicos apontam para um aumento no consumo das famílias americanas, com um pico nos gastos feitos com cartão de crédito, por exemplo. Isso poderia amenizar os efeitos negativos da pandemia, ao menos temporariamente, nos EUA. 

Leia também

Hassett está deixando o governo de Donald Trump – pela segunda vez. Ele já havia abandonado a equipe econômica anteriormente, mas voltou para ajudar na coordenação da resposta à crise do COVID-19. 

Críticos avaliam com preocupação a saída de Hassett, mais um dos especialistas econômicos a abandonar o governo em uma série. O temor é de que no momento de crise, o governo dos Estados Unidos esteja pouco assessorado nessa área. 

No mundo todo, segundo órgãos de saúde, os casos de coronavírus já ultrapassam a marca dos 9 milhões. Só no Brasil, são 1,1 milhão de casos e mais de 50 mil mortos. 

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.