Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.541,95
    -1.079,62 (-1,08%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.524,45
    -537,16 (-1,12%)
     
  • PETROLEO CRU

    105,95
    +0,19 (+0,18%)
     
  • OURO

    1.805,80
    -1,50 (-0,08%)
     
  • BTC-USD

    18.959,27
    -1.175,10 (-5,84%)
     
  • CMC Crypto 200

    404,82
    -26,65 (-6,18%)
     
  • S&P500

    3.785,38
    -33,45 (-0,88%)
     
  • DOW JONES

    30.775,43
    -253,88 (-0,82%)
     
  • FTSE

    7.169,28
    -143,04 (-1,96%)
     
  • HANG SENG

    21.859,79
    -137,10 (-0,62%)
     
  • NIKKEI

    26.393,04
    -411,56 (-1,54%)
     
  • NASDAQ

    11.499,50
    -30,00 (-0,26%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5039
    -0,0017 (-0,03%)
     

Tirzepatida: Anvisa avalia remédio para emagrecer que reduz peso em até 22,5%

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) analisa a autorização de uso de um promissor medicamento da farmacêutica norte-americana Lilly para o emagrecimento. Em estudos clínicos, a tirzepatida, medicação para diabetes tipo 2, promoveu a perda de peso em adultos com obesidade ou sobrepeso. A taxa foi estimada entre 16,0% e 22,5%, dependendo da concentração.

Para o tratamento do diabetes tipo 2, a medicação da Lilly já teve sua licença aprovada pela agência Food and Drug Administration (FDA), nos Estados Unidos, em maio deste ano. Comercialmente, a fórmula injetável recebe o nome de Mounjaro.

Anvisa analisa dados para aprovar o remédio tirzepatida (Imagem: Puhimec/Envato Elements)
Anvisa analisa dados para aprovar o remédio tirzepatida (Imagem: Puhimec/Envato Elements)

Novo remédio para emagrecer em análise no Brasil

Segundo apuração do jornal O Globo, a empresa já solicitou o aval da autorização de uso para a Anvisa. Caso o processo de análise corra conforme o esperado, a fórmula pode estar disponível “em meados de 2023” no Brasil.

O estudo que observa a eficácia e a segurança do tirzepatide foi publicado, no sábado (4), na revista científica The New England Journal of Medicine (Nejm). Anteriormente, uma versão preliminar da pesquisa estava disponível para consulta na plataforma JAMA.

O que sabemos sobre os estudos da Tirzepatida?

Na fase 3 do estudo global SURMOUNT, mais de 5 mil voluntários com sobrepeso (com IMC entre 25 e 29,9) ou obesidade (IMC é superior a 30) foram recrutados. Inclusive, participantes brasileiros estiveram presentes na pesquisa, que foi dividida em seis ensaios clínicos. Em média, os tratamentos duraram cerca de 72 semanas, ou seja, um ano e meio.

"Para a estimativa de eficácia, os participantes que tomaram tirzepatida alcançaram reduções médias de peso de 16,0% (16 kg com [o remédio de] 5 mg), 21,4% (22 kg com 10 mg) e 22,5% (24 kg com 15 mg), em comparação com placebo (2,4%, 2 kg)", detalha a farmacêutica, em comunicado.

"No SURMOUNT-1, os participantes que tomaram tirzepatida perderam em média até um quinto do seu peso corporal — e notavelmente, cerca de nove em cada dez participantes que tomaram tirzepatida perderam peso. Esses resultados são significativamente maiores do que o braço placebo [da pesquisa] e ressaltam a importância deste estudo", explica Ania Jastreboff, uma das autoras do estudo.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos