Mercado abrirá em 6 h 42 min

Tinder traz ao Brasil novidade que mostra possíveis matches com gostos em comum

·3 minuto de leitura

Uma das críticas mais comuns ao Tinder é o fato de o app ser baseado quase que exclusivamente na aparência em vez de incentivar a busca por gostos em comum das pessoas. Agora, como um dos expoentes no segmento, o app pretende mudar um pouco essa questão ao lançar o recurso "Explorar" no Brasil.

A ideia é similar ao que existe no Instagram e permite conhecer novos perfis inspirados nos seus hábitos e ideais, como amantes de games, cinéfilos de carteirinha ou apaixonados por comida árabe. No app, contudo, o enfoque é para os interesses das pessoas, o que pode ajudar a encontrar gente mais compatível com o seu estilo de vida ou modo de pensar.

O "Explorar" trará novas formas de conhecer pessoas no Tinder (Imagem: Divulgação/Tinder)
O "Explorar" trará novas formas de conhecer pessoas no Tinder (Imagem: Divulgação/Tinder)

A plataforma também introduziu o novo recurso chamado Papo Rápido, que permite a troca de ideias iniciais antes do match. Haverá um cronômetro com um limite de tempo no qual as pessoas devem conversar: quando acabar, elas decidem se a conversa vai se aprofundar ou se tudo acaba por ali. A novidade tem feito bastante sucesso desde o lançamento nos EUA, no início de junho, e está disponível diariamente das 18h à meia-noite no Brasil.

Para os desenvolvedores, o "Explorar" é a maior revolução do app desde a criação do swipe, aquele movimento de arrastar para o lado. Em testes iniciais, cerca de 80% dos usuários experimentaram o serviço e a receptividade parece ter sido positiva. A ideia é que este seja um espaço dinâmico e em constante renovação para entregar novos membros interessantes para se conectar.

"Explorar" no centro do Tinder

Quando se papeia na internet, sempre existe aquele temor de que outra pessoa esteja com uma foto falsa ou mentindo sobre quem ela realmente é. A verificação de foto é um recurso para dar mais segurança para os usuários, a partir de uma selfie tirada em tempo real e comparadas com as já existentes no app com uma tecnologia de reconhecimento facial.

Todos os que passam por esse processo recebem um selinho azul de identificação para garantir a autenticidade. A partir de agora, os membros do Tinder poderão definir se querem ver apenas pessoas com fotos verificadas a partir da seção Explorar.

O Papo Rápido é a oportunidade para conversar rapidamente com várias pessoas e ver se rola alguma "química" (Imagem: Divulgação/Tinder)
O Papo Rápido é a oportunidade para conversar rapidamente com várias pessoas e ver se rola alguma "química" (Imagem: Divulgação/Tinder)

Outra novidade, essa mais focada para a Geração Z, é uma nova maneira de conhecer pessoas na internet. O Swipe Night é um belo exemplo disso: trata-se de uma experiência interativa que atraiu mais de 20 milhões de pessoas e aumentou em 26% os matches, além de ter aberto caminho para novas ideias similares. Agora, uma versão atualizada do Swipe Night, ainda mais misteriosa, chegará ao integrada ao Explorar a partir de novembro.

Já o Vibes vem com essa pegada mais alinhada aos ideias para as pessoas se conhecerem. Toda semana, os membros terão novas formas de expressar suas opiniões sobre diversos aspectos da vida cotidiana, como ideias de onde ir no primeiro encontro até acontecimentos da cultura pop. A ideia é que todos respondam a essas perguntas para acontecer uma identificação entre usuários.

Essa é a primeira vez que membros podem conversar antes de darem match, assim o flerte e a conversa tornam-se protagonistas, em vez de apenas focar na beleza. Com isso, o Tinder mostra porque se mantém na vanguarda dos apps de relacionamento e aposta na criação de vínculos muito mais profundos do que a mera aparência externa.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos