Mercado fechado

TIM revela aumento no lucro líquido em resultados do terceiro trimestre de 2019

Natalie Rosa

Na última terça-feira (5), a TIM divulgou os seus resultados financeiros do terceiro trimestre deste ano, apresentando aumento de 61,4% no lucro líquido, atingindo R$ 619 milhões. Em relação às receitas líquidas totais, a operadora relatou crescimento de 2,3%, chegando a R$ 4,33 bilhões, enquanto a receita líquida de serviços cresceu em 3%, atingindo R$ 4,15 bilhões.

A TIM revelou também o crescimento da receita móvel, chegando a R$ 3,92 bilhões devido a um aumento de 2,8%, e alta de 7,3% nas vendas de serviços fixos, totalizando R$ 233 milhões. Já a receita com banda larga fixa encerrou o período com um aumento maior, de 31,5%, fechando em R$ 127 milhões. O lucro EBITDA, que acontece antes de impostos, amortizações e depreciações, ficou em R$ 1,72 bilhão, sendo um aumento de 6,8% a mais que o registrado no terceiro trimestre do ano passado.

O mês de setembro chegou ao fim com 1,6 milhão de novos clientes em planos pós-pagos, que foram concretizados ao longo do último ano, de acordo com o relatório divulgado pela TIM. A companhia também arrecadou, em comparação com o trimestre passado, um aumento de 19,6% de clientes do TIM Live, serviço de banda larga fixa, totalizando 537 mil.

Imagem: Reprodução

A TIM revelou também o Capex do trimestre, que chegou a R$ 924 milhões graças a um aumento de 6,7% em relação ao mesmo período do ano passado. Segundo a operadora, quase todo o investimento foi dedicado à infraestrutura, como projetos de TI, implantação de 4G em 700 MHz, redes de transporte e expansão do FTTH, e a dívida bruta reduziu em R$ 434 milhões, chegando a R$ 3,6 bilhões.

A oferta de planos móveis em conjunto com a Netflix, de acordo com a TIM, foi essencial para o desempenho do trimestre. O modelo que oferece o serviço representa 50% das assinaturas de pós-pago. No fim do período, a operadora registrou que cerca de 21 milhões de seus usuários móveis (39%) são de planos pós-pagos.

Sobre o pré-pago, a procura pelo plano Chip Top aumentou 17,2%, e essa oferta já representa 60% da base pré-paga da companhia, gerando aumento de 4% na receita por usuário. O serviço móvel, na totalidade, teve alta de 5,6% na receita por usuário, chegando a R$ 23,9, enquanto na banda larga fixa o aumento foi de 8,6%, totalizando R$ 81,8.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: