Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.789,33
    +556,59 (+0,51%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.464,03
    +900,05 (+1,78%)
     
  • PETROLEO CRU

    114,24
    +1,84 (+1,64%)
     
  • OURO

    1.815,40
    -3,50 (-0,19%)
     
  • BTC-USD

    30.529,19
    +462,50 (+1,54%)
     
  • CMC Crypto 200

    687,22
    +444,54 (+183,18%)
     
  • S&P500

    4.088,85
    +80,84 (+2,02%)
     
  • DOW JONES

    32.654,59
    +431,17 (+1,34%)
     
  • FTSE

    7.518,35
    +53,55 (+0,72%)
     
  • HANG SENG

    20.602,52
    +652,31 (+3,27%)
     
  • NIKKEI

    27.039,25
    +379,50 (+1,42%)
     
  • NASDAQ

    12.559,75
    -0,50 (-0,00%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2171
    +0,0067 (+0,13%)
     

TikTok planeja compartilhar dinheiro de publicidade com criadores

O TikTok planeja oferecer uma nova maneira de distribuir dinheiro para os criadores de conteúdo da plataforma. A ideia seria reservar uma parte do valor arrecadado com anúncios do TikTok Pulse para construir um programa de compartilhamento de receita com influenciadores, personalidades e estrelas em ascensão.

De acordo com a rede social, a exigência é ter pelo menos 100 mil seguidores e uma produção regular de vídeos. O Pulse está previsto para ser lançado nos Estados Unidos em junho de 2022, com expansão gradual para outros países no segundo semestre.

Criadores poderão ganhar parte da renda arrecadada com publicidade no TikTok (Imagem: Reprodução/TikTok)
Criadores poderão ganhar parte da renda arrecadada com publicidade no TikTok (Imagem: Reprodução/TikTok)

O TikTok deve dividir a receita igualmente entre a empresa e os criadores, em um formato parecido com o adotado pelo Instagram — lá, o percentual é de 55% para os perfis que fazem posts com elevado engajamento. Segundo a rede, as propagandas apareceram sempre entre os "top 4%" de todos os vídeos, para garantir maior exposição.

Este não é um programa voltado para iniciantes, afinal não é qualquer pesseoa que consegue ultrapassar a barreira dos 100 mil seguidores. De qualquer forma, é uma estratégia interessante para atrair figuras de destaque de outras redes sociais para a plataforma da ByteDance.

Subsídio financeiro da criação

Hoje, uma das maiores dificuldades para quem vive da produção de conteúdo é obter renda do seu trabalho. Quem é artista ou famoso consegue lucrar a partir de posts patrocinados por grandes companhias, com presenças VIP em festas ou em trabalhos externos, mas quem ainda não chegou nesse patamar precisa correr atrás para obter dinheiro.

Repassar parte da verba publicitária poderia incentivar mais criadores a produzir vídeos voltados para anúncios. Isso seria positivo para todos os envolvidos (anunciante, criador e TikTok), exceto para o usuário, que poderia ser bombardeado por conteúdos pagos.

A estratégia do TikTok parece ser certeira porque deve evitar que seus medalhões migrem para o Instagram ou outras redes mais lucrativas. Resta saber se o programa vai avançar como esperado e atrair a atenção de grandes marcas. Tudo será feito de forma experimental e com mensurações de dados para ver se a estratégia dará certo.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos