Mercado fechará em 6 h 20 min
  • BOVESPA

    123.091,20
    -485,36 (-0,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.633,91
    +764,43 (+1,50%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,43
    -2,13 (-3,02%)
     
  • OURO

    1.830,60
    +20,50 (+1,13%)
     
  • BTC-USD

    39.090,52
    +616,28 (+1,60%)
     
  • CMC Crypto 200

    957,35
    +30,58 (+3,30%)
     
  • S&P500

    4.409,00
    -14,15 (-0,32%)
     
  • DOW JONES

    34.908,73
    -207,67 (-0,59%)
     
  • FTSE

    7.115,32
    +9,60 (+0,14%)
     
  • HANG SENG

    26.426,55
    +231,73 (+0,88%)
     
  • NIKKEI

    27.584,08
    -57,75 (-0,21%)
     
  • NASDAQ

    15.042,25
    -4,00 (-0,03%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1530
    -0,0125 (-0,20%)
     

Three Gorges perto de vender fatia em unidade para consórcio

·2 minuto de leitura

(Bloomberg) -- Um consórcio que inclui CNIC e GIC estão perto de um acordo com a China Three Gorges por uma participação de 25% na carteira de ativos da gigante de energia no exterior, que poderia ser avaliada em até US$ 2 bilhões, de acordo com pessoas a par do assunto.

O grupo poderia chegar a um acordo para comprar a participação na unidade internacional da China Three Gorges ainda esta semana, disse uma das pessoas, que pediu para não ser identificada.

O consórcio também inclui outros fundos na Grande China, disseram as pessoas. A Bloomberg News informou em março que o fundo estatal chinês CNIC e o GIC, fundo soberano de Singapura, estavam entre os investidores que negociavam o ativo.

A empresa de energia hidrelétrica planeja usar os fundos levantados no potencial negócio para financiar o desenvolvimento do portfólio no exterior, que incluem aquisições, disse a pessoa.

As negociações estão em andamento, e a China Three Gorges ainda pode decidir não vender os ativos, segundo as fontes. Um representante do GIC não quis comentar. Representantes da China Three Gorges e do CNIC não responderam de imediato a pedidos de comentários.

A China Three Gorges dá continuidade à onda de aquisições de ativos no exterior na última década, mesmo depois que o Departamento de Defesa dos EUA incluiu a empresa em uma lista de companhias que teriam vínculos com militares chineses, o que impede seu acesso às bolsas dos EUA.

Em agosto passado, a empresa comprou ativos de parques solares espanhóis com mais de 500 megawatts de capacidade da X-Elio Energy. Em fevereiro, anunciou que havia fechado um acordo para adquirir um portfólio de energia renovável de 400 megawatts na Espanha por 500 milhões de euros (US$ 592 milhões).

A China Three Gorges Renewables, subsidiária da gigante estatal de energia, levantou 22,7 bilhões de yuans (US$ 3,5 bilhões) no mês passado em uma oferta pública inicial em Xangai, o maior IPO do país este ano.

More stories like this are available on bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos