Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.794,28
    -1.268,26 (-1,10%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.192,33
    +377,16 (+0,73%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,47
    -0,14 (-0,19%)
     
  • OURO

    1.757,50
    +0,80 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    48.059,73
    +72,57 (+0,15%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.229,95
    -3,34 (-0,27%)
     
  • S&P500

    4.473,75
    -6,95 (-0,16%)
     
  • DOW JONES

    34.751,32
    -63,07 (-0,18%)
     
  • FTSE

    7.027,48
    +10,99 (+0,16%)
     
  • HANG SENG

    24.667,85
    0,00 (0,00%)
     
  • NIKKEI

    30.443,04
    +119,70 (+0,39%)
     
  • NASDAQ

    15.494,50
    -23,25 (-0,15%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2019
    +0,0171 (+0,28%)
     

Thor finalmente explica por que o Capitão América pode levantar seu martelo

“Aquele que empunhar este martelo, se for digno, possuirá o poder de Thor!”. Essa é a frase clássica, cravada no Mjolnir, e que, basicamente, explica há décadas por que Odinson e vários personagens podem segurar o martelo asgardiano. Só que, com o tempo, as pessoas passaram a perguntar por mais detalhes sobre o assunto, já que, convenhamos, essa é uma premissa bastante subjetiva. O que é “ser digno” para ostentar o Mjolnir? Eis que tivemos uma resposta com o lançamento de Thor #15, edição que chegou às bancas gringas na semana passada.

Bem, antes de chegar às respostas, é preciso contextualizar um pouco o atual estado do personagem nos quadrinhos. Após uma saga épica que envolveu versões suas do passado, presente e futuro, Thor se tornou rei de Asgard, enquanto Odin entrou novamente em seu sono profundo. Desde então, Odinson enfrentou uma ameaça milenar e encarou Galactus; resolveu a questão de seu antigo alter-ego, Donald Blake, em uma trama que o prendeu em uma realidade alternativa; e, agora, o Deus do Trovão finalmente dá atenção a algo que vem incomodando desde o início desta fase: o Mjolnir tem sido levantado por várias pessoas que aparentemente “não são dignas” e a cada dia fica mais pesado para o seu atual mestre.

Imagem: Reprodução/Marvel Comics
Imagem: Reprodução/Marvel Comics

Vale destacar que, no passado, tivemos bravas pessoas que já ergueram o martelo de Thor, a exemplo do alienígena Bill Raio Beta, de Jane Foster e de Steve Rogers, o Capitão América. Mas, recentemente, um humano conseguiu levantá-lo facilmente, assim como Tony Stark e Loki, entre outras pessoas. Enquanto isso, Odinson sofre para fazer coisas comuns com o Mjolnir, e, em alguns momentos, sequer consegue levantá-lo.

Resposta também pode explicar por que o Capitão América ergue o Mjolnir no MCU

Pois bem, em Thor #15, escrito por Donny Cates e desenhado por Michelle Bandini, vemos que Thor ainda não parece estar muito à vontade em sua posição como rei de Asgard. Na verdade, essa fase de Cates vem mostrando que Odinson ainda não estava preparado para assumir o trono no lugar de Odin. E os problemas com o Mjolnir têm tudo a ver com isso.

Na trama da revista, Odinson visita o Capitão América para falar sobre o assunto, já que Steve Rogers ergueu o Mjolnir mais de uma vez, e em situações de extrema urgência, como na saga A Essência do Medo. Na conversa, Thor explica que agora sabe a razão pela qual o Mjolnir não o obedece como antes. Segundo ele, o martelo foi forjado por Odin para ser a arma de um grande guerreiro em batalhas. E, embora esteja envolvido em combates, o Rei Thor não faz mais parte da “linha de frente” no fervor das lutas.

Imagem: Reprodução/Marvel Comics
Imagem: Reprodução/Marvel Comics

Essa revelação detalha melhor o que significa “ser digno” do Mjolnir: os detentores do martelo não precisam ser apenas guerreiros honrados com nobres intenções, mas também têm que estar na linha de frente de combate. Essa definição ajuda a compreender não somente quem levantou a arma nos quadrinhos, como também no Universo Cinematográfico Marvel (MCU, na sigla em inglês): a partir disso, podemos supor que Steve Rogers, embora “fosse digno” para usar o Mjolnir em Vingadores: Era de Ultron, ele só pôde fazer isso em Vingadores: Ultimato porque estava na linha de frente da batalha.

A explicação é bastante razoável e define melhor o que muitos tinham como algo muito mais subjetivo há anos, dando fim a muitas especulações e teorias — mas, claro, as discussões de fãs sobre o assunto, ah, isso nunca vão acabar.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos