Mercado fechado
  • BOVESPA

    112.291,59
    +413,06 (+0,37%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    43.934,21
    +259,38 (+0,59%)
     
  • PETROLEO CRU

    45,64
    +0,36 (+0,80%)
     
  • OURO

    1.844,80
    +14,60 (+0,80%)
     
  • BTC-USD

    19.458,89
    +509,99 (+2,69%)
     
  • CMC Crypto 200

    382,41
    +8,00 (+2,14%)
     
  • S&P500

    3.666,72
    -2,29 (-0,06%)
     
  • DOW JONES

    29.969,52
    +85,73 (+0,29%)
     
  • FTSE

    6.490,27
    +26,88 (+0,42%)
     
  • HANG SENG

    26.728,50
    +195,92 (+0,74%)
     
  • NIKKEI

    26.809,37
    +8,39 (+0,03%)
     
  • NASDAQ

    12.488,25
    +34,00 (+0,27%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2360
    -0,0838 (-1,33%)
     

Testes de vacina indiana contra Covid-19 devem ser finalizados em até dois meses

Por Krishna N. Das e Neha Arora
·1 minuto de leitura

Por Krishna N. Das e Neha Arora

NOVA DÉLHI (Reuters) - O ministro da Saúde da Índia disse neste domingo que uma potencial vacina contra a Covid-19 desenvolvida localmente deverá ter seus testes finais concluídos em um ou dois meses, aumentando a expectativa de uma implementação rápida no segundo país com o maior número de infecções do mundo.

O Conselho Indiano de Pesquisa Médica (ICMR), administrado pelo Estado, e a empresa privada Bharat Biotech iniciaram neste mês o terceiro estágio de testes da COVAXIN, em um processo que envolverá 26.000 voluntários. É a vacina experimental indiana em estágio mais avançado.

"Estamos no processo de desenvolver nossas vacinas nativas e de completar nossos testes da terceira fase no próximo mês ou nos próximos dois meses", disse Harsh Vardhan em uma webconferência sobre a pandemia.

Ele reiterou que o plano do governo é imunizar de 200 milhões a 250 milhões de indianos até julho.