Mercado abrirá em 5 h 53 min
  • BOVESPA

    122.937,87
    +1.057,05 (+0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.371,98
    +152,72 (+0,31%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,55
    +0,28 (+0,42%)
     
  • OURO

    1.871,10
    +3,50 (+0,19%)
     
  • BTC-USD

    45.146,96
    +776,73 (+1,75%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.253,64
    +55,73 (+4,65%)
     
  • S&P500

    4.163,29
    -10,56 (-0,25%)
     
  • DOW JONES

    34.327,79
    -54,34 (-0,16%)
     
  • FTSE

    7.032,85
    0,00 (0,00%)
     
  • HANG SENG

    28.574,34
    +380,25 (+1,35%)
     
  • NIKKEI

    28.406,84
    +582,01 (+2,09%)
     
  • NASDAQ

    13.420,50
    +117,00 (+0,88%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4277
    +0,0178 (+0,28%)
     

Teste de COVID-19 por saliva é eficaz em crianças, aponta USP

Nathan Vieira
·2 minuto de leitura

O Instituto de Medicina Tropical da Universidade de São Paulo (IMT-USP) descobriu, por meio de um novo estudo (ainda sem revisão por pares), que testes de COVID-19 que usam amostras de saliva são eficazes em crianças sintomáticas e assintomáticas.

Para chegar a essa conclusão, o grupo coletou saliva de 50 crianças sintomáticas. Além disso, coletou amostras de secreção respiratória por swab, para comparar a eficácia do teste com a saliva e o teste molecular por RT-PCR, usado com mais frequência na detecção do vírus em questão.

Um dos diferenciais do teste com a amostra de saliva é que ela pode durar até 24 horas dentro de um pote hermeticamente fechado e armazenado dentro de uma geladeira comum, e dispensa a necessidade de um profissional de saúde para fazer a coleta, evitando o risco da exposição ao material biológico e uma possível infecção pelo coronavírus. A análise por saliva também é menos invasiva que o teste por swab.

Teste de COVID-19 por saliva é eficaz em crianças, aponta novo estudo da USP (Imagem: PolonioVideo/Envato)
Teste de COVID-19 por saliva é eficaz em crianças, aponta novo estudo da USP (Imagem: PolonioVideo/Envato)

Os pesquisadores mencionam a existência prévia de estudos que comprovam que a análise de saliva é tão eficaz quanto a análise por swab para o diagnóstico da COVID-19 em adultos, mas apontam que ainda não havia esses dados sobre crianças.

O grupo ainda conta a proposta de ampliar a amostragem do estudo para atestar a viabilidade da testagem de crianças em massa. O exame por saliva se apresenta, pelo menos por enquanto, como uma medida de vigilância eficaz para o controle da disseminação do coronavírus nesse grupo. Segundo os pesquisadores, dependendo da idade da criança, ela pode até fazer o exame sozinha, o que torna bem mais prático o controle, o que leva a análise de saliva a ser "uma alternativa viável de coleta”.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: