Mercado abrirá em 6 h 39 min
  • BOVESPA

    111.439,37
    -2.354,63 (-2,07%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.307,71
    -884,59 (-1,69%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,44
    -0,53 (-0,74%)
     
  • OURO

    1.750,90
    -0,50 (-0,03%)
     
  • BTC-USD

    45.654,22
    -2.288,47 (-4,77%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.140,20
    -85,33 (-6,96%)
     
  • S&P500

    4.432,99
    -40,76 (-0,91%)
     
  • DOW JONES

    34.584,88
    -166,42 (-0,48%)
     
  • FTSE

    6.963,64
    -63,84 (-0,91%)
     
  • HANG SENG

    24.112,16
    -808,60 (-3,24%)
     
  • NIKKEI

    30.500,05
    +176,75 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.225,75
    -100,25 (-0,65%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1890
    -0,0104 (-0,17%)
     

Tesouro pode continuar diminuindo lotes em dias mais voláteis, diz técnico

·1 minuto de leitura

Por Marcela Ayres

BRASÍLIA (Reuters) - O coordenador-geral de Operações da Dívida Pública, Luis Felipe Vital, afirmou nesta quarta-feira que o Tesouro pode continuar reduzindo a colocação em suas emissões em dias mais voláteis, estratégia que foi aplicada neste mês em meio ao aumento da taxa longa de juros por conta de temores fiscais.

"A gente considera que foi uma estratégia que contribuiu para reduzir volatilidade ou para acalmar o mercado naqueles dias que foi utilizada. Mas em relação ao futuro a gente não consegue antecipar. O que posso garantir é que nós observaremos as condições de mercado e as colocações do Tesouro vão respeitar as condições de mercado", disse ele, em coletiva de imprensa.

"Então em dias mais voláteis, o Tesouro pode continuar reduzindo lotes e pode continuar antecipando o anúncio do tamanho dos seus leilões", afirmou.

Vital pontuou que o Tesouro irá retomar a normalidade em suas operações conforme as condições de mercado também forem voltando.

Ele destacou ainda que o colchão de liquidez do Tesouro dá bastante segurança quanto a essa gestão, complementando que a devolução de recursos por bancos públicos deve engordá-lo nos próximos meses.

Em relação à participação de estrangeiros na dívida, ele frisou que o avanço da agenda fiscal é o que de fato trará o investidor não residente de volta ao Brasil com fluxos mais relevantes.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos