Mercado fechado

Tesouro Nacional cancela mais leilões de títulos públicos em meio a volatilidade

Por Isabel Versiani
Mansueto Almeida, secretário do Tesouro Nacional

Por Isabel Versiani

BRASÍLIA (Reuters) - O Tesouro Nacional anunciou nesta sexta-feira novos cancelamentos de leilões de títulos públicos ao final de uma semana marcada por enorme volatilidade nos mercados.

Foram cancelados o leilão de NTN-B previsto para a próxima terça-feira (dia 17), primeiro dia da reunião do Comitê de Política Monetária, e os leilões de LTN e NTN-F programados para a quinta-feira (19).

A NTN-B é um título atrelado á inflação e os outros dois são papéis prefixados.

"O Tesouro Nacional seguirá acompanhando a evolução das condições de mercado, para garantir o bom funcionamento do mercado de títulos públicos e de outros mercados correlatos", disse o Tesouro em comunicado.

Na quinta-feira, o Tesouro cancelou um leilão de LFT, título atrelado à taxa Selic, e anunciou a realização de leilões diários de compra e venda de títulos até a próxima quarta-feira.

Essa atuação extraordinária tem como objetivo dar suporte ao mercado de títulos públicos e, segundo informou o Tesouro nesta sexta, será mantida conforme comunicado anteriormente.

O dólar acumulou alta de 3,85% nesta semana, quando chegou a ultrapassar temporariamente a marca dos 5 reais, e o Ibovespa despencou 15,6%, com investidores reagindo a temores com a escalada do coronavírus, à queda do preço do petróleo em meio a disputas dos países produtores e ao revés fiscal sofrido pelo governo com a aprovação de aumento de despesas pelo Congresso.


(Edição de José de Castro)