Mercado fechará em 1 h 4 min
  • BOVESPA

    113.858,25
    +1.575,97 (+1,40%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.493,16
    +154,82 (+0,30%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,28
    +1,05 (+1,45%)
     
  • OURO

    1.750,20
    -28,60 (-1,61%)
     
  • BTC-USD

    44.762,58
    +1.408,46 (+3,25%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.122,65
    +13,73 (+1,24%)
     
  • S&P500

    4.458,14
    +62,50 (+1,42%)
     
  • DOW JONES

    34.825,01
    +566,69 (+1,65%)
     
  • FTSE

    7.078,35
    -5,02 (-0,07%)
     
  • HANG SENG

    24.510,98
    +289,44 (+1,19%)
     
  • NIKKEI

    29.639,40
    -200,31 (-0,67%)
     
  • NASDAQ

    15.318,25
    +154,75 (+1,02%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2288
    +0,0200 (+0,32%)
     

Tesla x Mercedes: quem tem o melhor sistema de direção autônoma? Vídeo mostra

·1 minuto de leitura

A Mercedes-Benz também investe pesado em tecnologia para seus automóveis e agora parece ter dado um passo adiante quando pensamos em condução autônoma. A gigante alemã iniciou testes com o DrivePilot, um recurso semelhante ao Full SelfDriving (FSD) da Tesla, que é capaz de guiar o automóvel pelas vias das cidades e estradas, realizar manobras e evitar colisões com outros veículos e pedestres.

Um usuário do Reddit postou um comparativo entre as duas tecnologias e há bastante diferenças entre elas. Por mais que no ranking de direção autônoma o Tesla FSD esteja "apenas no nível" 2, ele consegue atuar em condições que, a princípio, o DrivePilot da Mercedes ainda não pode, como em neblina, chuva ou com pouca luminosidade. Entretanto, para outras manobras, o recurso alemão se mostra superior, chegando ao nível 3 na escala.

Apesar disso, conforme podemos ver no vídeo, o demonstrativo da Mercedes ocorre em um ambiente controlado, com cenários posicionados para aferir a qualidade do recurso. Já o Tesla FSD está no mercado há algum tempo e já passou por diversas atualizações. Reparem que, no vídeo, por exemplo, o Tesla consegue enxergar quando há um pedestre em uma das ruas que ele ainda vai entrar e que está em seu GPS nativo.

No caso do Mercedes, é necessário que antes de ele sair para o passeio, todo o percurso já tenha sido mapeado para que o funcionamento seja perfeito e sem intervenção humana. São pequenos detalhes que diferenciam as tecnologias entre si, mas que fazem diferença no dia a dia.

Atualmente, o Tesla FSD está em fase beta e o DrivePilot da Mercedes está presente em apenas alguns automóveis da marca e, assim como o recurso da Tesla, necessita de uma assinatura para ser usado.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos