Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.800,79
    -3.874,54 (-3,08%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.868,32
    -766,28 (-1,48%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,81
    +0,19 (+0,26%)
     
  • OURO

    1.812,50
    -18,70 (-1,02%)
     
  • BTC-USD

    41.330,28
    +2.029,04 (+5,16%)
     
  • CMC Crypto 200

    955,03
    +5,13 (+0,54%)
     
  • S&P500

    4.395,26
    -23,89 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.935,47
    -149,06 (-0,42%)
     
  • FTSE

    7.032,30
    -46,12 (-0,65%)
     
  • HANG SENG

    25.961,03
    -354,29 (-1,35%)
     
  • NIKKEI

    27.283,59
    -498,83 (-1,80%)
     
  • NASDAQ

    14.966,50
    -71,25 (-0,47%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1880
    +0,1475 (+2,44%)
     

Tesla pode ser concorrente da Embraer no mercado de carros voadores

·2 minuto de leitura

A Tesla está pronta para se tornar uma concorrente da Embraer no mercado de eVTOLs (veículo elétrico de decolagem vertical). Segundo a consultoria Morgan Stanley, a montadora de Elon Musk se prepara para utilizar a expertise em carros elétricos para investir em mobilidade aérea urbana com o desenvolvimento de modelos voadores para uso em táxis aéreos urbanos.

Informações de bastidores apuradas por Adam Jonas, analista do Morgan Stanley e um dos mais populares que cobrem a Tesla, dão conta de que, mesmo com a resistência de Musk em investir nesse mercado, é praticamente impossível que a empresa não se arrisque nesse mercado, que já conta com players como a Volocopter e a Embraer, com modelos em testes exaustivos e já em busca de certificação pelo mundo — inclusive com vendas realizadas.

"Em nossa opinião, a chance de a Tesla não oferecer, em última instância, produtos e serviços para o mercado eVTOL é remota. A potencial transferência de habilidades e as adjacências da rede são fortes demais para serem ignoradas", disse Jonas, em comunicado enviado a clientes da consultoria. Além disso, de acordo com projeções básicas da Morgan Stanley, caso a montadora entre nesse mercado, suas ações podem subir exponencialmente.

Embraer já fechou algumas parcerias e negócios envolvendo seu carro voador elétrico (Imagem: Divulgação/Embraer)
Embraer já fechou algumas parcerias e negócios envolvendo seu carro voador elétrico (Imagem: Divulgação/Embraer)

A empresa traçou uma série de cenários que flexibilizam as premissas de participação de mercado e, com base em um setor com capacidade de movimentar de US$ 9 trilhões em 2050, a Tesla poderia ter um acréscimo de US$ 100 por ação em uma projeção conservadora. Por mais que Musk não goste muito dessa ideia, desconsiderar um potencial financeiro desses beira a loucura.

E aí, canatecher? Gostaria de ver a Tesla no mercado de veículos voadores? Conte nos comentários!

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos