Mercado abrirá em 1 h 22 min
  • BOVESPA

    110.249,73
    +1.405,98 (+1,29%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.828,13
    +270,48 (+0,53%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,54
    +1,05 (+1,49%)
     
  • OURO

    1.772,90
    -5,30 (-0,30%)
     
  • BTC-USD

    41.909,24
    -1.543,15 (-3,55%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.045,60
    -18,24 (-1,71%)
     
  • S&P500

    4.354,19
    -3,54 (-0,08%)
     
  • DOW JONES

    33.919,84
    -50,63 (-0,15%)
     
  • FTSE

    7.065,82
    +84,84 (+1,22%)
     
  • HANG SENG

    24.221,54
    +122,40 (+0,51%)
     
  • NIKKEI

    29.639,40
    -200,31 (-0,67%)
     
  • NASDAQ

    15.066,00
    +42,00 (+0,28%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1797
    +0,0006 (+0,01%)
     

Tesla | Piloto Automático causa batida com dois carros estacionados

·2 minuto de leitura

Ainda sob investigação nos Estados Unidos, o recurso de Piloto Automático (AutoPilot) da Tesla segue causando problemas e coloca a empresa em estado de alerta. Segundo as autoridades de Orlando, na Flórida, um Tesla Model 3 com o sistema de direção autônomo ativo colidiu com dois carros que estavam parados no acostamento de uma estrada, sendo que um deles era uma viatura da polícia.

Segundo a CNBC, a viatura realizava atendimento a um motorista que estava em um Mercedes GLK 350 em uma via interestadual de Orlando quando o Tesla Model 3 veio em alta velocidade e bateu lateralmente nos dois veículos. O motorista do carro elétrico disse ao policial que estava com o AutoPilot ligado, mas as investigações ainda vão dizer se o acidente foi causado pelo recurso.

É sempre bom lembrar que por mais que o AutoPilot seja um recurso bem feito e desenvolvido, ele não pode ser considerado uma ferramenta de direção 100% autônoma, já que não está no nível 5 no ranking de condução. O motorista deve sempre estar atento aos movimentos do carro e na movimentação da pista. O que espanta, porém, é que esta não é a primeira vez que um Tesla se envolve em um acidente com carros parados.

O Tesla Model 3 é o carro mais vendido da montadora de Elon Musk (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)
O Tesla Model 3 é o carro mais vendido da montadora de Elon Musk (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)

Como citamos, o recurso está sob investigação do NHTSA (Administração Nacional de Segurança Rodoviária), órgão responsável pela segurança rodoviária nos Estados Unidos. O motivo seriam esses acidentes com carros parados ou viaturas nas bordas das estradas. Segundo a entidade, são 11 acidentes desse tipo desde 2018. O que motivou as autoridades a ficarem ainda mais de olho nos carros elétricos da marca.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

A Tesla não se posicionou sobre o acidente em Orlando, mas já revelou algumas vezes o manual do AutoPilot, mostrando que ele não é capaz de identificar carros parados lateralmente. Resta saber, porém, se a montadora vai atualizar esse recurso para dar essa melhoria, já que a fase beta ainda continua.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos