Mercado fechará em 3 h 5 min
  • BOVESPA

    121.850,27
    -58,76 (-0,05%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.270,51
    -596,64 (-1,20%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,01
    +0,09 (+0,14%)
     
  • OURO

    1.835,30
    -2,30 (-0,13%)
     
  • BTC-USD

    56.029,61
    -1.769,45 (-3,06%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.496,54
    +1.253,86 (+516,67%)
     
  • S&P500

    4.133,41
    -55,02 (-1,31%)
     
  • DOW JONES

    34.135,64
    -607,18 (-1,75%)
     
  • FTSE

    6.947,99
    -175,69 (-2,47%)
     
  • HANG SENG

    28.013,81
    -581,89 (-2,03%)
     
  • NIKKEI

    28.608,59
    -909,71 (-3,08%)
     
  • NASDAQ

    13.283,25
    -73,50 (-0,55%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3504
    +0,0102 (+0,16%)
     

Tesla finaliza processo sobre roubo do código-fonte de seu piloto automático

·1 minuto de leitura
.

PEQUIM (Reuters) - A Tesla finalizou uma ação judicial contra um ex-funcionário que copiou o código-fonte da tecnologia de piloto automático da fabricante de veículos elétricos, segundo processo judicial distrital dos Estados Unidos datado de 15 de abril.

A empresa entrou com o processo em 2019, alegando que o ex-funcionário Cao Guangzhi, que trabalhou na Tesla por dois anos, copiou o código-fonte de seu piloto automático antes de ingressar na XMotors, em janeiro de 2019, subsidiária norte-americana da startup de carros autônomos chinesa Xpeng.

Os termos do acordo, que incluía um pagamento em dinheiro feito por Cao à Tesla, não foram divulgados. A empresa não respondeu imediatamente a um pedido de comentário.

O piloto automático da Tesla é um sistema de assistência ao motorista que realiza algumas tarefas de direção e permite que os condutores tirem as mãos do volante. Mas a empresa enfatiza que a tecnologia ainda requer supervisão do motorista, ou seja, ela não torna o veículo completamente autônomo.

A Tesla tem uma fábrica em Xangai, o que a coloca em competição direta com a Xpeng e outras empresas chinesas no maior mercado de veículos elétricos do mundo.

Um comunicado à Reuters do representante legal de Cao confirmou o acordo e disse que o engenheiro nunca acessou nenhum dado da Tesla depois que deixou a empresa, e nem forneceu informações da Tesla para a XMotors ou qualquer outra pessoa.